fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

sábado, 24 de novembro de 2018

JOVENS POVOACENSES: A OPORTUNIDADE DE CRESCER COM A MÚSICA


Estamos a apresentar aos nossos seguidores a rubrica “Jovens Povoacenses: A Oportunidade de Crescer com a Música” da qual iniciamos com a jovem povoacense Bianca Resendes. O objetivo desta rubrica é o de dar a conhecer jovens do nosso concelho que tomaram como opção seguir a aprendizagem da arte musical.

O jovem povoacense que hoje apresentamos é o David Severiano Lima Melo, nasceu a 25 de Julho de 2003, é filho de José Manuel Melo Perpétua e de Natália Lima Ferreira Melo, natural da freguesia de Povoação, Lomba do Botão. Em Outubro de 2014 decidiu iniciar a sua formação musical, tinha então nove anos de idade.

Iniciei a minha formação de solfejo com a professora Cília Barros por um período de três meses.

Terminei a minha formação de solfejo e iniciei a aprendizagem em trombone com o Maestro Diogo Carvalho. O meu primeiro nível de formação prolongou-se por vários meses, com aulas dois dias por semana até integrar os ensaios da Banda Sociedade filarmónica Marcial Troféu por um período de dois anos. As aulas continuaram todos os sábados para progredir de forma sustentada.
No ano de 2016 integrei a Orquestra Ligeira da Câmara Municipal da Povoação onde fui dirigido pelo Maestro Carlos Sousa. Neste mesmo ano entrei para a Academia de Música da Povoação integrando os estágios musicais com a Banda Militar dos Açores.
Decorria o ano de 2017 quando resolvi sair da Banda Sociedade Filarmónica Marcial Troféu e ingressar na Banda Filarmónica Sagrado Coração de Jesus do Faial da Terra, onde atualmente sou dirigido pelo maestro povoacense João Pedro Resendes.
Em 2018 concorri a um masterclass no Conservatório Regional de Ponta Delgada com o professor Severo Rodriguez.
Continuo a formar-me musicalmente por forma a progredir de forma sustentada, porque para ser-se um bom músico executante é necessário despender muitas horas com o instrumento na boca, é necessário sentir-se a música, gostar muito de música, respirar música, dormir pensando em música.
Apesar da minha tenra juventude já reforcei algumas Filarmónicas, São Paulo, da Ribeira Quente e Filarmónica Aliança dos Prazeres, do Pico da Pedra.
Um dos meus sonhos é um dia vir a ser um compositor de música, ser um músico militar e de um dia pegar na batuta de uma filarmónica.
Para finalizar, aproveito esta oportunidade para agradecer a todos os professores e dirigentes que contribuíram e continuam a contribuir para a minha formação e crescimento musical. A todos de uma forma muito sentida o meu muito obrigado!
Esta é a minha autobiografia.”
_________________________________________________________________________

Testemunho do Maestro Carlos Sousa
Lembro-me muito bem da primeira vez que vi o David a tocar trombone. Na altura, mesmo sendo uma fase inicial, o David destacava-se no meio da banda devido à sua postura e apresentação.
Comecei a trabalhar com o David em finais de 2016 na Orquestra Ligeira da Câmara Municipal da Povoação, e desde então tenho por ele uma profunda admiração e respeito acima de tudo.
Este jovem talento, para além de ser uma pessoa muito educada - aproveito para parabenizar os seus pais pelo excelente trabalho feito na educação do seu filho - é também uma pessoa muito esforçada e focada nos seus objetivos.
Como músico, este ao logo dos tempos tem mostrado uma enorme capacidade de evolução. Tal facto deve-se à dedicação e persistência no estudo do seu instrumento.
Quando entrou na orquestra desempenhou o seu papel como instrumentista na terceira voz do naipe dos trombones e neste momento, após ter mostrado grande evolução, está a fazer a primeira voz do naipe. Quero assim salientar que o David executa este papel com muito empenho e brio.
Este jovem se um dia decidir seguir a vida de músico chegará muito longe… muito mesmo… Infelizmente, por vezes, talentos como este não são encaminhados da melhor forma de maneira a atingirem o sucesso musical, devido à distância que o Conservatório Regional de Ponta Delgada tem do nosso concelho.
Ficava muito feliz se um dia o David tivesse a oportunidade de frequentar o Conservatório. O mesmo já foi dito pela própria diretora, Dra. Ana Paula Andrade.
Desejo tudo de bom para o David, desejo que ele continue a ser como é, uma pessoa simples, educada e aplicada…
Agradeço ao David e aos seus pais por me terem dado a oportunidade de poder trabalhar com ele.
Saudações Musicais.
Carlos Sousa

Povoação, sábado, 24 de outubro de 2018.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot