fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

A IGREJA DO COLÉGIO ENCHEU-SE PARA HOMENAGEAR A VIOLA DA TERRA


O “IV Encontro de Escolas de Violas da Terra da Ilha de São Miguel” decorreu no passado Domingo, dia 25 de Novembro, numa Igreja do Colégio repleta de público para apoiar e aplaudir os mais de 30 executantes que passaram pelo palco.


O evento, que já vai na 4ª edição, contou com a participação da Escola de Violas da Relva (a mais antiga de São Miguel, com quase 3 décadas de existência), a Escola de Violas da Fajã de Baixo (a celebrar o seu 11.º aniversário) e com os alunos da Classe de Viola da Terra do Conservatório Regional de Ponta Delgada.

O evento iniciou com a presença da “Classe de Conjunto de Violas da Terra do Conservatório”, que conta com 10 elementos no presente ano lectivo, dos 9 aos 14 anos. Esta Classe teve o seu início há 10 anos no Conservatório. Seguiu-se um momento de apresentação individual de 13 alunos da Classe de Viola da Terra do Conservatório que executaram temas tradicionais Açorianos, temas de Natal mas, também, temas de Carlos Paredes e ainda de Benito Cabrera.

De seguida apresentaram-se em conjunto 7 alunos da Escola de Violas da Fajã de Baixo, com 3 temas do Cancioneiro Açoriano. Seguiu-se a Escola de Violas da Relva, com 8 elementos, apresentando temas do nosso Cancioneiro mas, também, temas tradicionais da freguesia da Relva.

No final do evento houve a participação especial do músico Ricardo Melo que apresentou, a solo, a “Avé Maria” de Schubert e o “Cello Suite n.º1 Prelude” de Bach. Para finalizar o serão foi acompanhado por Ana Paula Andrade, ao Piano, nos temas “Reverie” de Giovanni Bottesini e “Suite N.º3 in D major: Gigue” de Bach.

No final do evento a Associação de Juventude Viola da Terra, organizadora do evento, ofereceu a todos os participantes o CD “Entre primas, segundas e toeiras” do músico Ricardo Melo, que será lançado ao público brevemente.

Este evento é de grande importância no panorama da Viola da Terra na Ilha de São Miguel uma vez que possibilita às Escolas de Violas da Ilha mostrarem o trabalho que desenvolvem ao longo do tempo permitindo, ainda, a troca de experiências e de repertórios. Ao mesmo tempo o evento tem contado, anualmente, com participações especiais de outros músicos que vão fazendo um trabalho musical com outras abordagens à Viola da Terra o que representa uma excelente referência para ao mais novos e para todos os que se dedicam ao estudo do instrumento.

Para além dos familiares e amigos dos músicos que subiram ao palco, a Igreja do Colégio encheu-se com muitos entusiastas do instrumento e com muito do público que costuma frequentar os Concertos ali realizados. Também estavam presentes muitos turistas que visitam a região nesta altura do ano e que procuram este tipo de eventos culturais ligados à nossa tradição musical. Um dos casais presentes, oriundos de França, enalteceu no final do evento o facto de terem presenciado crianças tão novas a subir a um palco e a assumirem essa função com confiança, alegando que era assim que se construía o futuro.

O evento, produzido pela Associação de Juventude Viola da Terra, contou com o apoio da Direcção Regional da Juventude e com a colaboração do Museu Carlos Machado e do Conservatório Regional de Ponta Delgada.

Povoação, segunda-feira, 26 de outubro de 2018.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot