fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

sábado, 15 de novembro de 2014

BOMBEIROS DA POVOAÇÃO COM NOVO QUARTEL À VISTA MAS COM DÍVIDA POR PAGAR

É manchete notícia no jornal Açoriano Oriental de ontem, 14 de novembro de 2014, que o governo tem verba de 580 mil euros no Plano de 2015 para arrancar com a obra do novo Quartel dos Bombeiros Voluntários da Povoação, mas o que o presidente da corporação mais precisa é de pagar a dívida no valor de 300 mil euros.

No Plano de Investimentos do Governo Regional dos Açores para o ano que vem consta uma verba de 580 mil euros destinada à construção de um novo quartel para os bombeiros voluntários da Povoação que ficará localizado junto ao campo de futebol do Mira-Mar, quando há poucos anos o projeto inicial era de 3 milhões de euros, financiamento chumbado pelo executivo açoriano.

Em declarações públicas ao jornal Açoriano Oriental, o Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Povoação, Aurélio Rodrigues Bento, confrontado com a nova construção, não hesitou em responder: “Mais do que o novo quartel, o que os bombeiros da Povoação precisavam, era de uma solução para pagar uma dívida de 300 mil euros que a atual direção herdou da anterior há quatro anos e que ainda não conseguiu abater por falta de receitas e por falta de uma solução política, uma vez que os bombeiros da Povoação dependem quase exclusivamente das transferências financeiras da Proteção Civil e de um pequeno apoio da Câmara Municipal da Povoação para sobreviver, pelo que sem o empenhamento destas duas instituições a dívida não será paga”.

Referindo-se a algumas amortizações, Aurélio Rodrigues Bento, informou que as dívidas aos pequenos fornecedores, à Segurança Social e ao Fisco estão a ser regularizadas, mas algumas dívidas maiores estão por pagar, nomeadamente ao fornecedor de combustíveis, onde se acumula os juros de mora que absorvem os abatimentos que têm feito, o que provoca uma dívida do mesmo valor do que há quatro anos.

“Por isso estamos mais preocupados com outras situações do que propriamente se as obras do novo quartel vão avançar ou não em 2015. O passivo da Associação é de tal forma grave que estamos totalmente focados a tentar resolver as questões que herdamos”, referiu o Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Povoação.

Pronunciando-se sobre o novo quartel opinou que irá permitir um melhor parqueamento das viaturas e acomodar convenientemente o corpo de bombeiros que hoje conta com elementos femininos, situação que não estava prevista nas atuais instalações.

“O novo quartel abre a esperança em relação à rentabilidade financeira do atual edifício que poderá ser arrendado ou vendido para serviços públicos do Governo Regional ou da Câmara Municipal, podendo passar por aí uma parte da resolução do problema da dívida dos bombeiros, mas tudo está ainda em aberto”, referiu Aurélio Rodrigues Bento.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot