fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

QUEM CONHECE O HINO DA POVOAÇÃO?

Pois é, a Povoação tem um hino que a maioria dos povoacenses desconhece e certamente nunca ouviu falar da sua existência.

Em tempos era entoado com enorme orgulho por grupos corais locais em aberturas de festas, em cerimónias do município etc.  

Hoje dá a impressão que o orgulho do nosso hino passou à história e que não passa de umas simples quadras transcritas para o papel.

Qual o esforço de quem governa os Paços do Concelho em divulgar aos munícipes o seu próprio hino?

Alguma escola concelhia dá a conhecer aos seus alunos o seu hino?

Um povoacense de corpo e alma sente com verdadeira emoção as quadras do nosso hino, que entoado em coro e com a sua música é lindo e muito sentimental.

Não se pode deixar esquecer nem perder algo que faz parte da nossa história/identidade, é necessário quem de direito esforçarem-se um pouco mais para honrarem com algum brio os cargos públicos que ocupam, cargos estes que a maioria dos povoacenses depositaram confiança nas suas reais capacidades de verdadeiros povoacenses.

Hino da Povoação

            Coro

É a Vila mais nova da ilha

Mais antiga que as outras na glória,
Verde terra fecunda que brilha,
Pelo nome, a mais alta na história!

             Voz

Já domada ante a graça infinita
Da paisagem virente e das flores,
Junto ao lago das Furnas dormia
Funda voz de vulcões rugidores…

             Coro
 
É a Vila mais nova da ilha
Mais antiga que as outras na glória,
Verde terra fecunda que brilha,
Pelo nome, a mais alta na história!

                Voz

Quando a ilha, no mar sobranceira,
Sem encanto e mistério quebrou,
Foi aqui que, primeiro, a bandeira,
Para o sol, Portugal desdobrou…
 
                Coro

É a Vila mais nova da ilha
Mais antiga que as outras na glória,
Verde terra fecunda que brilha,
Pelo nome, a mais alta na história!

                Voz

Alma ardente de Fé Portuguesa
Começou a vibrar nestas plagas,
Ao surgir tão ridente beleza,
Que dormia encantada nas vagas…

                Coro

É a Vila mais nova da ilha
Mais antiga que as outras na glória,
Verde terra fecunda que brilha,
Pelo nome, a mais alta na história!

                 Voz

Estas praias já foram aquelas
Em que um dia, primeiro, poisaram
Rubras Cruzes de Cristo das velas
Que nas vagas os mundos buscaram.

                 Coro

É a Vila mais nova da ilha
Mais antiga que as outras na glória,
Verde terra fecunda que brilha,
Pelo nome, a mais alta na história!

                Voz

Logo o nauta, ao chegar adorou.
Numa Hóstia, a Grandeza Infinita:
- Foi primeira em que Deus se elevou,
Esta terra por isso bendita!

Letra: Dr. Oliveira San Bento
Música: Horácio Rnnio D’Amaral e Serra



Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot