fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

ESCOLA PROFISSIONAL DA POVOAÇÃO VAI INICIAR 2 CURSOS AFETOS AO PROGRAMA REATIVAR

A Escola profissional Monsenhor João Maurício de Amaral Ferreira vai iniciar, no mês de outubro, dois cursos afetos ao Programa Reativar.

Os cursos, com equivalência ao 9º e 12º ano de escolaridade, destinam-se a desempregados encaminhados pela Agência para a Qualificação e Emprego de Ponta Delgada.

Oferta Formativa 14/17: Curso de Reativar B3 - Turma B

O curso de reativar Escolar B3 – Turma B, realizado em parceria com a Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional, permite aos formandos encaminhados pela Agência para a Qualificação e Emprego de Ponta Delgada obter certificação escolar correspondente ao 9º ano de escolaridade.

DURAÇÃO

O Curso tem a duração de um ano letivo.

Após a inscrição, será feita uma análise curricular e posteriormente uma entrevista de seleção para definir os 20 formandos que irão frequentar este curso.

O início da formação está programado para o dia 20 de outubro.

Oferta Formativa 14/17: Curso de Técnico de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade (Programa Reativar)

O curso de reativar de Curso de Técnico de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade, realizado em parceria com a Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional, permite aos formandos encaminhados pela Agência para a Qualificação e Emprego de Ponta Delgada obter certificação escolar correspondente ao 12º ano de escolaridade e um certificado de Técnico de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade.

O Curso tem a duração de dois anos letivos.

O início da formação está programado para o dia 20 de outubro.
Competências a desenvolver ao longo do curso

Os formandos inscritos no curso de técnico/a de apoio familiar e de apoio à comunidade terão de, no final do curso, obter avaliação positiva nas seguintes competências:

SABERES

Noções de:

- Funcionamento e caraterísticas das instituições e serviços de saúde;
- Ergonomia e princípios essenciais;
- Geriatria e problemáticas da saúde dos idosos;
- Deficiência, igualdade e direitos;
- Morte e luto;
- Necessidades humanas básicas;
- Principais patologias nos idosos;
- Tipologia de deficiência;
- Negligência, abusos e maus tratos;
- Anatomia e fisiologia do corpo Humano;
- Alterações/perturbações mentais;
- Inclusão e integração social e comunitária;
- Alimentação, nutrição, dietética e hidratação.

Conhecimentos de:

- Trabalho em equipa;
- Deontologia e ética profissional;
- Legislação de enquadramento da atividade profissional;
- Funcionamento e caraterísticas das instituições e serviços de apoio familiar e à comunidade;
- Aspetos biológicos, psicológicos, sociais e cognitivos do envelhecimento;
- Problemas de saúde mais comuns no idoso;
- Classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde;
- Modelo ecológico e sistémico;
- Sistemas do corpo humano;
- Velhice;
- Psicologia da velhice.

SABERES-FAZER

- Preparar os materiais, equipamentos e utensílios necessários à prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação;
- Prestar apoio ao indivíduo nos cuidados de higiene pessoal e de conforto dos assistidos;
- Utilizar as ajudas técnicas na prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação;
- Utilizar as ajudas técnicas nos cuidados de alimentação e hidratação;
- Adequar os cuidados de higiene e conforto às necessidades e características do assistido;
- Detetar alterações do estado físico ou psíquico do cliente;
- Atuar em situações de urgência;
- Colaborar na confeção de alimentos e na preparação de refeições básicas;
- Adequar as refeições às características dos indivíduos, tendo em conta o equilíbrio alimentar e as indicações da equipa técnica;
- Aplicar técnicas e procedimentos de distribuição de refeições;
- Aplicar técnicas e procedimentos de armazenagem e conservação dos produtos alimentares, medicamentos e outros produtos utilizados;
- Aplicar técnicas de limpeza e arrumação dos espaços e equipamentos;
- Aplicar técnicas de lavagem e tratamento de roupa;
- Acompanhar o indivíduo com restrição na autonomia, autonomia parcial ou total em atividades instrumentais diárias;
- Efetuar a aquisição de bens e serviços necessários ao dia-a-dia do indivíduo e da família;
- Planear e implementar atividades de animação;
- Aplicar técnicas de animação mais adequadas às necessidades e interesses dos indivíduos;
- Aplicar técnicas de identificação e avaliação de riscos de acidentes domésticos;
- Identificar medidas de segurança no domicílio ou em contexto institucional para prevenir acidentes;
- Aplicar técnicas de deteção de situações de negligência, abusos e maus-tratos;
- Detetar sinais ou situações anómalas referentes às condições de higiene e conforto do indivíduo, bem como referentes a outras situações;
- Proceder ao registo e transmissão de ocorrências ao técnico responsável;
- Aplicar as normas de segurança, higiene e saúde relativas ao exercício da atividade.

SABERES-SER

- Adaptar-se a diferentes situações e contextos familiares e institucionais;
- Assumir uma atitude de melhoria contínua;
- Autocontrolar-se em situações críticas e de limite;
- Comunicar de forma clara e assertiva;
- Cuidar da sua apresentação pessoal;
- Interagir com compreensão, paciência e sensibilidade na interação com utentes, familiares e/ou cuidadores;
- Interagir com interesse e disponibilidade na interação com os colegas de trabalho;
- Motivar os outros para a adoção de cuidados de higiene e conforto adequados;
- Promover o bom relacionamento interpessoal;
- Respeitar a privacidade, a intimidade e a individualidade dos outros;
- Respeitar os princípios de ética e deontologia inerentes à profissão;
- Interagir com equilíbrio emocional e afetivo na relação com os outros;
- Tomar a iniciativa no sentido de encontrar soluções adequadas na resolução de situações imprevistas;
- Trabalhar em equipa multidisciplinar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot