fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

domingo, 16 de dezembro de 2018

BALANÇO DO 1.º ANO DE MANDATO: ENTREVISTA COM O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE POVOAÇÃO, PEDRO MELO


Pedro Nuno Sousa Melo nasceu a 24 de julho de 1975 e é natural da freguesia de Ribeira Quente. É licenciado em Gestão de Empresas pela Universidade dos Açores. Foi eleito por sufrágio direto Presidente da Câmara Municipal da Povoação a 1 de Outubro de 2017, conseguindo a maior vitória de sempre da história do concelho da Povoação. Tomou posse a 18 de Outubro de 2017.


Aquando da sua tomada de posse garantiu que seria o Presidente de todos os povoacenses “os quais serão tratados de forma justa e igualitária”, afirmou.



Um Olhar Povoacense – Que balanço faz deste 1º ano de mandato após ter sido eleito democraticamente a 18 de outubro de 2017.

Pedro Nuno MeloQuando, em outubro de 2017, tomei posse como Presidente da Câmara Municipal da Povoação assumi publicamente o compromisso de trazer à vida publica com sentido de responsabilidade, de credibilidade, de  verdade e com a mesma seriedade com que encaramos a governação em mandatos anteriores   a implementação  das nossas propostas  para um futuro melhor, valorizando também tudo o que já conseguimos alcançar em prol do Nosso Concelho.

Neste primeiro ano demos continuidade a alguns Projetos que já haviam sido iniciados anteriormente, os quais na sua maioria estão em fase de conclusão.
Este foi sem dúvida um ano de muita atividade. Inauguramos as Piscinas e o Parque Infantil dos Pelames, na Vila da Povoação, obras que enchem de orgulho todos os Povoacenses, não só pela necessidade constatada da realização das mesmas, mas também pelo ímpeto que estas tiveram na valorização da frente marítima da Vila.

Não esquecer também, na freguesia de Furnas, a construção do “Pavilhão Multiusos” bem como o Parque de estacionamento da Rua 25 de Abril, cuja conclusão se prevê possa acontecer já no início do próximo ano.

Conscientes da necessidade de duma boa colaboração com o Governo Regional, temos vindo a estabelecer parcerias importantes com mesmo, nomeadamente no que diz respeito à criação de melhores condições de trabalho, mais propriamente em relação à limpeza e manutenção dos caminhos agrícolas por todo o Concelho, e que resultaram, por exemplo na Pavimentação do “Caminho das Queimadas”, recentemente inaugurado.

Durante este ano, em consonância com o Plano e orçamento para o próximo ano, aprovado em Assembleia Municipal, procedemos à preparação de várias intervenções e projetos a levar a cabos em todas as freguesias do Concelho que certamente irão contribuir para a melhoria das condições de vida dos nossos munícipes.

U.O.P. - O endividamento da autarquia continua a condicionar a atuação do seu executivo no presente mandato, ou este é um assunto do passado e já resolvido?

P.N.M. – Continuamos a continuaremos a ter a necessidade de pautar a gestão da Autarquia pela responsabilidade e seriedade que nos carateriza, tendo por base de orientação o fato deque que a utilização dos dinheiros públicos deverá sempre decorrer com consciência e em função das reais necessidades dos povoacense, evitando-se por isso gastos supérfluos e desnecessários.

O espírito de contenção que tivemos de implementar para solucionar a grande dívida que herdamos da Governação Social Democrata, e todas as medidas que daí resultaram, levaram a que hoje, fruto de muito trabalho e vários sacrifícios, a Câmara Municipal da Povoação possa encarar o futuro de forma mais otimista.

A maior parte deste transtorno que foi a dívida já referida, está atenuada. Conseguimos resolver   mais de duas dezenas de milhões de Euros mas ainda temos pendentes algumas questões associadas à mesma .Pelo que ainda continuamos a ter como uma das nossas prioridades a resolução da restante parte desta “herança”. Temos por isso de ter presente a responsabilidade  de efetuar uma gestão cuidada mesmo relativamente a intenções e projetos futuros. 

Apesar de todos os cuidados que teremos de manter , já conseguimos vislumbrar melhores perspetivas futuras, acreditamos que estamos no Bom caminho e tal como prometido não vamos castigar os Povoacenses pela displicência do passado. Não aumentamos nem aumentaremos os Impostos Municipais e mesmo assim temos obra feita. Além das obras já mencionadas na questão anterior temos vários projetos cuja possibilidade de executar é uma possibilidade real. Mas do que mais nos orgulhamos é da aposta que fizemos no âmbito social junto das famílias deste concelho, quer através da implementação dos programas sociais de emprego quer através de outras medidas do conhecimento público.

U.O.P. - Quais são os principais projetos e empreendimentos para os próximos anos previstos para o nosso concelho?

P.N.M. No seguimento do que havia referido anteriormente, continuaremos a apostar nas famílias e não vamos aumentar impostos.

Em termos de projetos e empreendimentos futuros o manifesto eleitoral apresentado pelo Partido Socialista é muito claro e realista.

Alguns dos pontos aí apresentados já foram cumpridos outros merecerão todo o nosso esforço para que sejam alcançados e ainda há os que são uma realidade iminente. Para tal contamos com o financiamento proveniente de fundos comunitários e também com as essenciais parcerias com o Governo Regional dos Açores, muitas das quais em curso.

Não poderia deixar de destacar uma das situações que merecerá toda a nossa atenção, em relação à freguesia de Furnas, falo da necessidade de promover soluções relativamente à aquisição de habitação e melhoria das condições de circulação e estacionamento na mesma freguesia.

U.O.P. - O envelhecimento populacional do nosso concelho é uma séria problemática que enfrentamos. O que é que a autarquia já fez ou pretende fazer para "fintar" essa tendência?

P.N.M. Infelizmente o envelhecimento populacional é uma questão transversal à maior parte dos concelhos e está diretamente relacionado com a diminuição significativa das taxas de natalidade dos últimos anos.

Não obstante este fato temos a preocupação de proporcionar aos nossos idosos as melhores condições para uma qualidade de vida digna e de acordo com a sua contextualização na realidade deste concelho. Mas consideramos ser também importante a fixação da população jovem no concelho, em primeiro lugar tonando-o cada vez mais atrativo ao investimento e consequente crescimento económico de modo a aumentar a taxa de emprego jovem.

A questão do acesso habitação está também presente nas nossas prioridades e podemos já adiantar a intenção deste Executivo de promover um loteamento na Lomba do Pomar, destinado essencialmente a casais jovens.

U.O.P. - E no turismo. Quais são os vetores da intervenção municipal na promoção turística e valorização do concelho?

P.N.M. – Estamos todos de acordo quando relevamos o turismo com uma das principais áreas de desenvolvimento deste concelho, mas não poderemos esquecer as outras áreas que sustentam a nossa economia, tais como a agropecuária e a pesca por exemplo. Neste âmbito penso que futuramente vamos ter de conjugar o que de melhor temos para oferecer nesta três vertente(turismo, agropecuária e pesca). A excelente qualidade do nosso pescado e  dos produtos agropecuários, serão cada vez mais procurados pelos turistas, saibamos manter esta qualidade e capacidade de inovação na oferta dos mesmos aos nossos visitantes, nunca dissociando  os diversos intervenientes e valorizando individualmente também cada um dos setores.

É verdade que nos últimos anos, um pouco por todo o concelho, o Turismo tem vindo a afirmar-se como uma das principais áreas do setor económico do Concelho. Neste âmbito a valorização da rede de trilhos de caraterísticas únicas na Região, tem sido uma aposta da Autarquia. Por outro lado, e tendo em conta o contexto geográfico do Concelho da Povoação, pretendemos que este seja um concelho cada vez mais “virado para o mar”, aproveitando as potencialidades que a natureza nos dá. Acreditamos que de futuro as atividades marítimo/turísticas serão cada vez mais um realidade em ascensão na Povoação, quer seja pela iniciativa dos locais ou através de potenciais investidores externos.
A Povoação deve o seu titulo de “ o mais lindo dos Açores” à riqueza das particularidades de cada uma das freguesias do Concelho, cujo potencial é inquestionável , daí que a valorização das mesmas devam ser destacadas e valorizadas no âmbito do panorama turístico regional , quer através da adaptação às exigências atuais de quem nos visita como através da sua divulgação nos meios locais e “além  fronteiras” .
Em termos económicos registamos com muito agrado a criação de mais postos de trabalho, os quais resultam não só da prosperidade dos negócios existentes mas também das novas possibilidades de negócio que vão surgindo para colmatar as necessidades de todos os que nos visitam, amplificando-se ainda as áreas de investimento, essencialmente na área do Turismo.
A empregabilidade é muito importante para qualquer comunidade e a Povoação não é exceção . Isto será dizer, de uma forma simplificada, que quanto mais visitantes, mais consumo no comércio local, mais postos de trabalho, melhor subsistência das famílias e consequente melhor qualidade de vida no concelho.
Falar de Turismo é inevitavelmente falar da Freguesia de Furnas e nesta localidade além de querer promover o seu potencial queremos também salvaguardar a qualidade de vida dos seus habitantes, que sofreu algumas alterações em virtude da massificação do turismo nesta freguesia , nomeadamente no que se refere à questões de circulação e estacionamento de viaturas.

U.O.P.O que é que os Povoacenses podem esperar do seu concelho em 2019?

P.N.M.Temos perfeita consciência das necessidades atuais do Concelho e de que muitas outras surgirão com o decorrer dos tempos. Daí que a estratégia por nós delineada tenha como principal intuito colmatar estas mesmas necessidades. A promoção da imagem do concelho, a situação financeira, salvaguardando a não subida de impostos aos povoacenses, e a continuidade do apoio na vertente social assim como o bom entendimento com o Governo regional dos Açores para o desenvolvimento de alguns projetos de suma importância para o concelho norteiam as nossa intenções .  Queremos continuar no que se refere à área da Cultura  e Desporto em fazer o que achamos melhor para o Concelho da Povoação. Acima de tudo, mais do que financiar apenas, é preciso motivar e incentivar o envolvimento das nossas instituições e dos nossos jovens no desenvolvimento cultural e desportivo.

Relativamente às obras públicas e como referimos anteriormente contamos com a disponibilidade de fundos comunitários e com a colaboração do Governo Regional para

Levar a cabo os nossos intentos em fazer deste Concelho um local cada vez mais apetecível para visitar mas essencialmente para se viver.

Para tal é importante considerar o desenvolvimento do Concelho da Povoação de forma harmoniosa, contemplando todas as freguesias, respeitando o seu potencial e as suas limitações mas acima de tudo proporcionar a todos  os Povoacense uma cada vez melhor qualidade de vida

U.O.P.A finalizar e como estamos praticamente a entrar na quadra natalícia, que mensagem deixa aos povoacense de cá e aos de lá (comunidade emigrante).

P.N.M.Natal, tempo de paz e de harmonia . Tempo de reunir a família, de apelar à solidariedade e à fraternidade. Tempo de dar valor às coisas que realmente importam.
Para além da dimensão festiva desta data, faço votos para que este período, proporcione a todos, um espaço de reflexão relativamente às relações que mantemos com os outros e com a comunidade a que pertencemos.
Também para os nossos emigrantes, queremos partilhar com todos eles, esta quadra e dizer-lhes que, apesar de distantes fisicamente, estão nos corações dos seus familiares, mas também de todos os seus conterrâneos. A Câmara Municipal não os esquece e deseja-lhes as maiores felicidades.
Tenho a certeza que este Natal proporcionará as condições ideais, para iniciarmos um Novo Ano com espírito positivo e com uma renovada energia para os desafios que se avizinham futuramente.
Em meu nome pessoal e em nome da Câmara Municipal da Povoação desejo a Todos um Feliz Natal e um Próspero Ano de 2019.
Povoação, domingo, 16 de dezembro de 2018.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot