fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 29 de abril de 2015

FORMAÇÃO DE JOVENS MÚSICOS NA ESCOLA DE MÚSICA DA S. F. MARCIAL TROFÉU (COM VÍDEO)

A Sociedade Filarmónica Marcial Troféu é uma Instituição centenária, conta 103 anos de atividade pública e, desde o seu nascimento, que forma jovens músicos.

Tal como em todas as Bandas filarmónicas açorianas as Escolas de Música são a sua base, pois sem o devido conhecimento de saber ler uma pauta e de executar depois na prática o manuseamento do instrumento, é quase impossível que alguém consiga ter grande sucesso como músico.

É de salientar o excelente trabalho desenvolvido pelo Maestro Diogo Carvalho, a nível de direção da Banda e de ensino na Escola de Música da S. F. Marcial Troféu, bem como dos professores Carmino Melo, professor Pedro Magalhães, professor João Amaral, professora Cília Barros e professor Derek Aguiar. O resultado da formação destes jovens é também, e muito, fruto do empenho de todos estes professores.

Fomos assistir a uma aula e ficamos impressionados com a entrega e dedicação dos miúdos povoacenses em adquirir o saber da música, coisa que nos dias que correm é cada vez mais difícil de ver, até porque os jovens hoje têm uma vasta opção de entretimentos ao invés de prestarem-se a enriquecer o seu nível de cultura.

Outra figura incontornável e pilar fundamental da S. F. Marcial Troféu é sem dúvida o seu presidente, Norberto Carvalho Cruz, pela sua entrega, disponibilidade, dedicação, e persistência na procura de novos jovens elementos para a Banda povoacense, trabalho este difícil e que despende muitas horas de serviço à Instituição, na maioria das vezes sem o devido reconhecimento da comunidade que se insere.

A Escola de Música é a chave para a continuação das Bandas Filarmónicas do nosso concelho, Água Retorta (Sociedade Musical Nossa Senhora Penha de França), Faial da Terra (Filarmónica do Sagrado Coração de Jesus), Nª Sr.ª dos Remédios (Banda Filarmónica União e Amizade, lamentavelmente encontra-se fechada), Vila da Povoação (Sociedade Filarmónica Marcial Troféu), Ribeira Quente (Filarmónica de São Paulo) e Furnas (Sociedade Musical Harmónica Furnense).

Apela-se assim aos nossos jovens a uma maior participação e adesão a esta enriquecedora arte que é a música, enriquecendo a sua formação pessoal, o seu nível de cultura e ajudando a manter vivas e ativas estas importantes Instituições concelhias, porque nunca se esqueçam de que uma comunidade sem música é evidentemente mais pobre.
























Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot