fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

terça-feira, 7 de abril de 2015

POVOAÇÃO SEM NOVA ESCOLA SIGNIFICA FUTURO ADIADO

O PSD/Açores criticou a recusa do Governo Regional em dotar a Povoação com uma nova escola secundária, considerando que isso “compromete seriamente o futuro do concelho”.

A afirmação foi feita pelo deputado Joaquim Machado, após uma reunião da Comissão Parlamentar de Assuntos Sociais.

Segundo o social-democrata, os alunos da Povoação “não podem esperar mais sete ou oito anos por instalações escolares condignas, eficientes e devidamente apetrechadas”.

Ouvido em sede de Comissão Parlamentar sobre a Petição que reclama a construção de uma nova escola básica e secundária na Povoação, o Secretário Regional da Educação e Cultura informou os deputados de que “não será fácil, perante os recursos existentes até 2020, albergar mais uma construção escolar”.

Para Joaquim Machado, não se trata apenas de “adiar um desejo antigo dos povoacenses”, mas sim de impedir que os alunos do concelho “possam dispor de instalações seguras e propícias a um ensino de qualidade que lhes é devido”.

Segundo o deputado do PSD/Açores, “não faz sentido que os alunos continuem a deslocar-se diariamente da escola para o ginásio da Vila, entre o trânsito e outros perigos eminentes, para terem aulas de educação física. Ou que as tenham nas instalações da cantina”.

“Nem tão pouco se admite que os alunos da Povoação continuem, por mais sete ou oito anos, com aulas de biologia, física e química sem laboratórios seguros e devidamente equipados”, criticou.

O parlamentar lamentou igualmente que os deputados do Partido Socialista “tenham impedido” a audição da Câmara Municipal da Povoação e do Conselho Executivo da Escola Básica e Secundária local, “entidades determinantes na identificação da urgência da construção de novas instalações escolares e das soluções que, entretanto, devem ser encontradas para o funcionamento seguro e regular do atual edifício”, adiantou.

A petição para a construção de uma nova escola básica e secundária na Povoação foi subscrita por 1163 cidadãos, sensivelmente 20% da população total do concelho.

Em 2008, a Assembleia Legislativa já havia apreciado outra petição com o mesmo objetivo, mas nada foi feito até à data. Em novembro passado, o ginásio da escola foi encerrado por razões de segurança que se prendem com a sua cobertura.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot