fazer um site gratis no aqui

sábado, 25 de abril de 2015

ENTREVISTA AO TREINADOR DE ATLETISMO PAULO BENTO (COM VÍDEO)

Paulo Manuel Bento, 42 anos, natural da Alemanha, tendo, no entanto, as “raízes” na Beira Baixa, mais precisamente em Castelo Branco.

Comecou a exercer as funções de professor de Educação Física, em setembro de 1996, na cidade de Ponta Delgada, tendo ainda, até à data, exercido funções na Ribeira Grande, na Maia e, obviamente, na Povoação.

Um Olhar Povoacense - Em primeiro lugar, gostaríamos de saber como foi a sua integração quando chegou ao concelho da Povoação para lecionar a disciplina de Educação Física?

Paulo Bento – Cheguei à Povoação em setembro de 1997 e a forma alegre e amiga com que fui recebido neste concelho fez com que a minha integração fosse muito fácil e ganhasse um carinho especial por esta terra e pelas suas gentes.

U.O.P. Como professor de Educação Física, certamente que aos poucos foi-se apercebendo das potencialidades dos miúdos povoacenses. Porque decide apostar na modalidade do Atletismo?

Paulo Bento - A modalidade de Atletismo apareceu por acaso. O objetivo inicial era iniciar a modalidade de Basquetebol, no entanto, as dificuldades com que me deparei para transportar uma equipa inteira de Basquetebol fizeram-me recuar. Um dia, em conversa com um colega ligado ao Atletismo, ele propôs-me iniciar o núcleo de Atletismo. Informei-me sobre o que era necessário (atletas, provas, etc.) e resolvi iniciar esse projeto no Clube Desportivo Escolar da Povoação.

U.O.P. - O concelho da Povoação desde há muitos anos tem um historial de salutar na modalidade do atletismo. Tem conhecimento deste historial e que considerações lhe merecem? 

P.B. – Tenho e considero ser um historial positivo e importante. Existiram e existem neste concelho marcas e atletas que mostram a ligação que as pessoas deste concelho têm com o atletismo.

U.O.P.Como surgiu a parceria com o Mira-Mar Sport Clube e porquê?

P.B. – Esta parceria surgiu devido a um convite que me foi dirigido pelo presidente do Mira Mar Sport Clube. Julgo que era algo que iria acontecer mais tarde ou mais cedo, pois o Mira Mar desta forma consegue diversificar mais as modalidades existentes no clube e o atletismo fica ligado a um clube desportivo com história no panorama regional. 

U.O.P Neste momento quais os objetivos do treinador de atletismo do Mira-Mar Sport Clube, Paulo Bento?

P.B. – Os objetivos mantêm-se os mesmos. Formar jovens e fazer com que os jovens deste concelho pratiquem e gostem de desporto. No que respeita ao atletismo, os objetivos passam pela obtenção de resultados que dignifiquem o clube que representamos. Este ano irão realizar-se, na ilha Terceira, os Jogos das Ilhas e temos, neste momento, dois atletas apurados para representar a Região Autónoma dos Açores neste evento importante.

U.O.P. De que modo se prepara um atleta para as competições que vão acontecendo? Que tipo de treino aconselha a quem quer iniciar-se nesta modalidade?

P.B. – A preparação é realizada ao nível físico, técnico e psicológico, sendo que a parte mental é fundamental em todos os desportos. Ao longo dos anos, realizam-se competições de todos os tipos e possuímos atletas que trabalham mais os lançamentos, outros os saltos e outros, ainda as corridas, uma vez que existem atletas mais dotados para certas disciplinas do atletismo do que para outras. Antes de se realizar qualquer tipo de treino, deve-se gostar do atletismo, gostar de correr, saltar ou lançar. O atletismo tem a vantagem de ser um desporto individual, o que faz com que os resultados dependam exclusivamente do trabalho de cada um e isso é bastante aliciante para os atletas, pois conseguem ver a sua evolução tendo em conta as marcas que vão sendo obtidas ao longo do ano desportivo.

U.O.P. - Em termos de infraestruturas, acha que o nosso concelho oferece condições à modalidade para possibilitar um bom rendimento aos seus atletas?

P.B. – Não é fácil treinarmos pois as infraestruturas existentes são limitadas quando comparadas com outros concelhos, nomeadamente Ponta Delgada ou Ribeira Grande. Não temos uma pista próxima, nem materiais desportivos como outros clubes. A preparação para provas, como por exemplo os 100 ou os 110 metros barreiras, lançamento do dardo, 200 metros, entre outras, é complicada. É muito diferente treinar em alcatrão, terra ou em relva ou em tartan (material de que é feito a pista de atletismo). Não é fácil.

U.O.P. Embora o nosso concelho seja parco em condições para a modalidade do atletismo, explique-nos como é possível a obtenção de excelentes resultados e subidas ao pódio? Qual o segredo para este sucesso?

P.B. – O segredo? Não existe segredo. Os resultados obtidos são o fruto do muito trabalho que estes jovens têm tido. São esforçados e gostam do que fazem e quando se gosta do que se faz as coisas são sempre mais fáceis. Os estágios em Ponta Delgada, em que contactam com outros materiais e onde podem treinar durante algum tempo na pista, onde depois realizam as provas, também ajuda muito na melhoria da técnica e dos resultados.

U.O.P. - Que balanço faz das provas já realizadas, e quais são os objetivos para a época que há pouco iniciou?

P.B. – A época tem sido positiva pois têm sido obtidas algumas marcas interessantes e temos já várias presenças em alguns campeonatos nacionais, para além de algumas vitórias a nível regional. Até ao final da época, espero a mesma entrega da parte dos atletas e a mesma vontade em se superarem a si mesmos.
U.O.P. Se tudo for correndo bem, onde gostaria de ver o Atletismo concelhio, neste caso particular do Mira-Mar Sport Clube daqui a, digamos, cinco anos?

P.B. – Gostaria de o ver com mais vitórias e ainda melhores marcas, com mais infraestruturas e com jovens com o mesmo empenho e vontade que têm existido até agora.

U.O.P. Agora uma pergunta pertinente. Como está o apoio ao atletismo hoje no concelho da Povoação?

P.B. – Sempre que tenho pedido apoio ao clube, câmara ou juntas de freguesia, nomeadamente ao nível do transporte, da utilização do Gimnodesportivo ou do campo de futebol, tenho recebido respostas positivas e isso é muito bom. O problema é que o material de atletismo é caro e isso é muitas vezes um entrave, pois não vivemos tempos de muita fartura. Obviamente que eu gostaria de ter uma pista de atletismo, pois isso é o indicado para o treino, gostaria de ter melhores materiais e outros materiais que nos faltam, mas estar a pedir isso hoje em dia, tendo em conta a crise económica que atravessamos, é complicado. Tentamos pedir pouca coisa porque também temos de ter em conta que o dinheiro não é muito. Julgo que o bom senso é muito importante.

U.O.P. Acha que a modalidade do atletismo no nosso concelho tem tido o acompanhamento e destaque merecedor e suficiente por forma a motivar novos praticantes e novos campeões?

P.B. – O atletismo tem e sempre vai ter menos visibilidade do que o futebol. O futebol é o desporto rei, é assim em todo o país, e isso não é mau. São desportos diferentes e cada um tem a sua importância. O facto das competições se realizarem fora do nosso concelho também faz com que os resultados dos atletas não sejam tão visíveis. Mas as coisas têm vindo, pouco a pouco, a mudar e a inclusão no Mira Mar foi um passo em frente. Os jovens estão motivados e querem praticar atletismo. O problema, por vezes, é o transporte. Nos fins de semana existem também jogos de futebol e as carrinhas existentes não são assim tantas. Mas a verdade é que tem havido ajuda de outras entidades e isso demostra interesse e vontade em apoiar os jovens deste concelho.

U.O.P. A findar esta nossa agradável conversa o que gostaria de acrescentar o professor e treinador de atletismo Paulo Bento?

P.B. – Julgo que é importante que os jovens pratiquem desporto, seja Futebol, Atletismo, Voleibol ou outros. A prática de desporto beneficia em vários aspectos. Faz com que os jovens se mantenham mais ativos e saudáveis. Combate a obesidade e outras doenças, mas ajuda também a nível mental, pois jovens com hábitos de vida saudáveis obtêm também melhores resultados académicos. Preocupa-me o facto de os jovens brincarem cada vez menos e passarem cada vez mais tempo na internet, nos tablets, etc. O estilo de vida saudável necessita de atividade física. Os jovens demonstram cada vez mais, por exemplo, problemas de coordenação. As aulas de Educação Física são importantes não conseguem, por si só, resolver todos os problemas que resultam da não prática desportiva. É muito importante praticar desporto pois só assim se pode inverter esta tendência.















































Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot