fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

sábado, 28 de março de 2015

ASSOCIAÇÃO DE PAIS DA EBS DA POVOAÇÃO REUNIU PARA DEFENDER A CRIAÇÃO DE “PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO”

A Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica e Secundária da Povoação (APEEP) defende a criação de um plano estratégico para o concelho, a par da construção “de raiz” de uma nova escola secundária.

Em reunião realizada nesta escola concelhia no passado dia 25 de março, numa sessão de discussão pública sobre a construção de uma nova escola na Povoação, onde também se pretendeu debater os impactes e as oportunidades para a economia local dessa decisão, a participação dos encarregados de educação povoacenses ficou um pouco aquém do que seria desejável, transparecendo que na sua maioria estão acomodados com esta preocupante e importante situação, sem interesse em defender os seus educandos.

Para este debate a APEEP contatou a Secretaria e Direção Regional da Educação, a Câmara e Assembleias Municipais da Povoação e as Juntas de Freguesia.

De salientar que apenas dois presidentes de Junta se fizeram deslocar a esta importante sessão de discussão pública, Francisco Gaspar, autarca da Junta de Freguesia de Nª Sr.ª dos Remédios e Sandro Ferreira da Junta de Freguesia de Furnas. Quanto às restantes entidades convidadas ninguém se fez representar o que é no mínimo lamentável.

Um dos encarregados de educação presentes nesta sessão pública entreviu dizendo “temos uma deputada regional da Povoação que foi professora nesta escola, até foi membro do concelho executivo desta escola, e, sabe muito bem das condições desta escola. Já alguma vez alguém nesta sala ouviu ou sabe de algo que esta senhora tenha feito ou reivindicado em prol desta Instituição de ensino?”.

Outro disse “na Câmara Municipal da Povoação temos um vereador que é professor desta Instituição, é bem conhecedor da triste realidade que aqui se vive, hoje deveria estar aqui a dar a cara para tentar em conjunto connosco resolver esta problemática a favor de todos os nossos filhos”.

Dos empresários também ninguém compareceu ou se fez representar, demonstrando o seu total desinteresse e indiferença quando ao importante assunto em abordagem.

Será mesmo que são os alunos e professores da Escola Básica e Secundária da Povoação os grandes responsáveis pela dinamização comercial local?   

Na realidade o que tem afetado seriamente o comércio e as empresas locais tem sido a baixa do poder de compra e a desertificação do concelho.

A verdade é que urge solucionar os problemas de exiguidade de instalações e da precariedade de condições que se verificam no edifício da Escola Maria Isabel do Carmo Medeiros, que nem as obras de ampliação do início do século conseguiram resolver.

Enquanto os povoacenses viverem e conviverem bem com a passividade de quem de direito, enquanto os povoacenses sentirem que tudo à sua volta encontra-se bem, enquanto os povoacenses acharem que os seus filhos ao nível do ensino encontram-se razoavelmente bem instalados e não merecem dar um salto qualitativo no seu bem-estar físico e mental, estado, este, que se repercutirá na sua formação académica, então pouco há a fazer.

Definitivamente a auto estima e orgulho povoacense acomodaram-se.
  
Aqueles que nos dias que correm remam contra a maré devem sentir-se orgulhosos pela sua determinação, coragem e persistência, até porque em causa está o futuro dos jovens povoacenses, os homens de amanhã, homens, estes, que queremos e desejamos bem formados, com todas as condições que merecem e têm direito.

O orgulho povoacense incrivelmente está a desmoronar-se, porque noutros tempos este seria à partida um problema já resolvido em prol de toda a nossa comunidade.

Que os representantes eleitos democraticamente pelos povoacenses tenham a humildade e discernimento de lutar pelas melhores pretensões do seu povo, pelo futuro dos nossos jovens, que não desprezem factos comprovados, que compareçam e participem nesses importantíssimos debates com sentido de responsabilidade acrescido, que lutem ao lado do povo por um melhor concelho, por uma educação de excelência, por um futuro risonho.

"A verdade nua e crua, como o luar que beija a montanha, esta escola já deu tudo o que tinha para dar. (Virgílio Ferreira)"

Sem comentários:

Publicar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot