fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

segunda-feira, 5 de maio de 2014

A FREGUESIA ENCANTADA ENTRE AS LOMBAS DO ALCAIDE E LOUÇÃO

Há muito, muito tempo atrás, havia um homem de nome António Marques que vivia na Lomba do Alcaide, na Povoação. O dito António tinha uma namorada na Lomba do Loução e, como o namoro já era de casa, costumava ir, sempre que podia, passar o serão a casa da noiva.

Numa certa noite, a altas horas, o António, depois de se despedir com o habitual “até amanhã se Deus quiser”, saiu de casa do futuro sogro e meteu-se a caminho da Lomba do Alcaide, a pé, como sempre fazia. Ia a passar por cima da ponte que une as duas lombas, quando olhou, por acaso, para o fundo da ravina e viu uma coisa que nunca tinha imaginado. Era uma freguesia, com casas caiadas de branco, em cujos quintais se viam longos fios de roupa muito branca, que consolava a ver.

O António, ao ver aquilo que não era habitual, ficou muito assustado, tanto mais que estava sozinho e era de noite. Pôs-se a correr o mais depressa que pôde em direção a sua casa, na Lomba do Alcaide.

Quando chegou, parecia que o coração lhe saía pela boca fora e, os de casa, vendo-o naquele estado, perguntaram-lhe porque estava tão assustado. Ainda sem poder falar, o António contou o que tinha visto.

Nos dias seguintes a notícia passou de boca em boca, mas as pessoas não acreditaram na história e disseram que ele estava doido.

Porém, houve um homem mais velho que acreditou nele, porque os seus avós contavam que de sete em sete anos, a uma certa hora da noite, aparecia, por breves momentos, uma freguesia que estava encantada por debaixo da ponte que unia as Lombas do Alcaide e do Loução. Quase ninguém sabia daquilo porque poucas pessoas tinham tido a sorte de ter visto tal fenómeno.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot