fazer um site gratis no aqui

Número total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

FURNAS JÁ TEM CENTRO DE ATIVIDADES DE TEMPOS LIVRES COM HORÁRIO ALARGADO

Foto de: Um Olhar Povoacense
A Secretária Regional da Solidariedade Social visitou hoje, nas Furnas, em S. Miguel, o projeto piloto de Centro de Atividades de Tempos Livres com horário alargado, que entrou em funcionamento a 2 de setembro.

“Com a implementação deste projeto, aumenta-se a capacidade protocolada com o Centro Social e Paroquial das Furnas, disponibilizando, desta forma, mais 20 vagas para responder às necessidades da população, num total de 60 vagas contratualizadas”, afirmou Andreia Cardoso. 

O projeto agora implementado resultou de um questionário aos pais das crianças que frequentam o CATL das Furnas com o intuito de aferir as suas necessidades em relação ao acompanhamento dos filhos, assim como da auscultação às unidades hoteleiras, alojamentos locais e restauração, para avaliar as necessidades manifestadas pelos seus colaboradores com filhos a cargo.

O Centro de Atividades de Tempos Livres funciona de segunda a sexta-feira, entre as 7H00 e as 20H00, mas a Secretária Regional destacou que este horário “poderá, a todo o tempo, ser ajustado a outras necessidades que venham a ser manifestadas pelos pais”. 

A governante destacou a parceria com o Centro Social e Paroquial das Furnas para a prossecução dos objetivos do Executivo açoriano no desenvolvimento de políticas destinadas à infância e juventude, assim como no encontro de soluções para a melhoria da conciliação da vida profissional com a vida familiar.

“Esta parceria com o Centro Social e Paroquial das Furnas, que efetuou as várias diligências necessárias, ultrapassando várias dificuldades ao longo de todo o processo, foi fundamental para que este projeto fosse uma realidade”, frisou.

“No âmbito da Estratégia Regional de Luta contra a Pobreza e Exclusão Social, onde se preconiza a conciliação da vida profissional com a vida pessoal, este projeto irá responder a essa necessidade, assim como para a integração de respostas centradas nas pessoas e nas famílias, com foco de atenção para uma metodologia de atuação abrangente ao longo de toda a vida”, disse Andreia Cardoso.

GaCS/SRSS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

As mais vistas dos últimos 7 dias

Arquivo do blogue



 
Powered by Blogspot