fazer um site gratis no aqui

sexta-feira, 1 de maio de 2015

NORBERTO ARAÚJO UM PRESIDENTE RESISTENTE E VENCEDOR EM TEMPOS DIFÍCEIS AO SERVIÇO DO MIRA-MAR

O Mira-Mar Sport Clube com grande mérito mais uma vez está na final da Taça de São Miguel, a sua 5ª final nesta competição do futebol micaelense, tendo como presidente o bem conhecido povoacense, Norberto Araújo, um grande ex-atleta, agora em funções de grande responsabilidade e que tem conseguido ultrapassar grandes obstáculos, conseguindo levar a bom porto esta nau carregada de jovens valores da terra ao serviço do Mira-Mar Sport Clube e do desporto da ilha de São Miguel.

À semelhança do que já tinha-mos feito com os jogadores da equipa sénior do Mira-Mar Sport Clube, Marco Ventura (Capitão de equipa) e Ricardo Medeiros, desta feita endereçamos também três perguntas ao Presidente do clube povoacense, Norberto Araújo.

Um Olhar Povoacense - O Mira-Mar já tinha programado para este mês uma ida aos Estados Unidos da América com a finalidade de conseguir algumas angariações de fundos que o permitem equilibrar as contas. Fale-nos um pouco da realidade do clube e qual as suas espectativas para o futuro?

Norberto Araújo - O clube está a atingir a estabilidade necessária para poder atacar projetos futuros com mais segurança. Esta estabilidade ainda não foi totalmente atingida, fruto sobretudo de um projeto de parceria falhado na passada época. É uma responsabilidade dessa direção e sobretudo da minha pessoa. O futuro não sei se passa por mim, uma vez que as eleições estão aí à porta mas gostaria que, independentemente do que possa daí resultar, o nosso clube continue a crescer com tem feito sucessivamente nos últimos anos. No Mira-Mar já se joga aos 5 anos de idade e o nosso raio de ação já ultrapassou a vertente do futebol com a inclusão do atletismo.

U.O.P. - Qual o sentimento que envolve o Presidente do Mira-Mar Sport Clube ao atingir mais esta importante final com a equipa sénior?

N.A. - É um sentimento de alegria extrema, como será a de todos os que gostam deste clube. Sinto que esta final encerra em si um sentimento diferente, porque envolve 100% de atletas da nossa terra. Sim porque o Ricardo já é um povoacense e miramarense de corpo e alma. Sem nunca esquecer a equipa técnica JJ (José Moniz e José Melo) e o Dionaldo Raposo. Esperemos que à 5ª seja de vez.

U. O. P - O presidente do Mira-Mar já foi um grande atleta ao serviço do clube, agora numa função bem diferente, que balanço faz da época 2014/2015 e que observação faz ao sentimento envolvente a jogadores e equipa técnica com a obtenção desta final da Taça de São Miguel?

Se quisermos olhar a tabela classificativa podemos dizer que o Mira-Mar melhorou em relação às anteriores épocas, o que em si transmite-nos alguma satisfação. Sabemos e sentimos que podíamos ter ido mais além mas sabemos que estamos também a alicerçar um futuro bem melhor para este clube. No caso dos infantis, estamos no grupo dos 4 melhores entre vinte e tal equipas, nos benjamins “jogamos à bola” e por isso somos muitas vezes elogiados pelos campos desta ilha, e nos iniciados de bombos da festa antecipado, passamos a ser equipa respeitada por essa ilha fora.

Quanto à final da taça, a relação entre todas as partes envolvidas ficou patente aquando do apuramento frente ao São Roque. Uma festa e uma folia de uma família alegre e quer mais no dia 16 de Maio. Esperamos por todos no estádio de São Miguel e do Um Olhar Povoacense também, embora saiba que a sua presença é mais que garantida.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot