fazer um site gratis no aqui

sexta-feira, 21 de abril de 2017

O ADEUS A UM COLABORADOR E AMIGO JOSÉ DA “PAIXÃO”

Sr. José Ferreira
Caros amigos,

Esta vida muitas vezes assemelha-se com a música. Uns dias nos presenteia com alegres melodias que nos convidam a sonhar e a abrir sorrisos, mas de quando em vez a vida pode ser também o tormento forte e feroz que nos leva para uma viagem salgada nos nossos olhos.

Esta vida é mesmo assim, pautada com momentos que se caracterizam com porquês sem resposta…

Perder um colaborador e amigo é um desses momentos!

Sr. José Ferreira
Todos nós passamos por tempos de luto e de tristeza. E ficar triste e chorar não é algo mau, não é pecado. Jesus também chorou quando soube que um amigo seu tinha morrido.

Mas é importante não deixar que a tristeza e o luto se apoderem da nossa vida. Se nós permitirmos, Deus enxugará as nossas lágrimas, consolará o nosso coração e colocará um sorriso nos nossos lábios, mas não é fácil…são dores fortes de uma despedida eterna, uma viagem sem bilhete de regresso.

Sr. José Ferreira e esposa
Além disso, todos ou quase todos nós sabemos que um falecimento é um acontecimento muito triste, que nos obriga a refletir sobre o pouco tempo de nossas vidas. Ninguém consegue fugir da morte. Mas a morte não precisa ser o fim.

No entanto, eu como dirigente desde janeiro findo, da Sociedade Harmónica Furnense, não tive a oportunidade de conviver com ele, na referida Instituição, mas conhecendo-o do dia a dia, posso dizer que foi uma pessoa “sábia”, um verdadeiro exemplo de pessoa humilde, porque são valores éticos de um verdadeiro cristão, e ser humilde é saber viver de acordo com os maiores princípios do humanismo.

Eis o testemunho de um antigo dirigente:

Falar do amigo José Ferreira, mais conhecido na gíria popular por José da “Paixão”, é falar de um “símbolo” que representou como músico e bem a Sociedade Harmónica Furnense, que há muito tempo já não frequentava a sede da instituição por motivo de doença prolongada.

Enquanto músico, foi sempre um privilégio e mais ainda quando temos ao nosso lado pessoas tão maravilhosas como foi o José da “Paixão”, um músico imprescindível, um verdadeiro homem, um verdadeiro amigo, e os verdadeiros amigos são aqueles que aparecem nas horas boas e menos boas e também que nos ensinam muito, e fazem-nos enxergar situações que às vezes não percebemos o seu real sentido, compartilham as suas experiências conosco, e neste caso concreto a música.

Foto: Município Povoação (atual direção)
Sei que vai deixar saudades a mim e a todos quanto privavam com ele mas também deixam a recordação de tudo que foi vivido. É na amizade verdadeira que encontramos a sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade e fraternidade.

Esse grande músico que agora nos deixa, foi e é um exemplo a seguir, um músico exemplar, foi muito assíduio, e ainda posso adiantar que era sempre dos primeiros ou mesmo o primeiro a chegar aos ensaios, e é assim esta vida, falar do José da “Paixão”, é falar de uma pessoa incrível e maravilhosa.

Eterno abraço do teu amigo José Manuel Sousa Carreiro

As netas do Sr. José Ferreira
Dizer adeus não é fácil, mas chega um momento em que é preciso. É preciso dizer adeus, custe o que custar e compreender os propósitos de Deus muitas vezes pode ser uma tarefa bem difícil, principalmente quando a tristeza bate na nossa porta porque acabamos de perder um ente querido. Lágrimas passam pelos nossos olhos constantemente e o vazio da saudade aumenta o sofrimento severamente doloroso, mas tem que ser, é preciso ter coragem e convicção, porque dizer adeus é deixar essencialmente as boas recordações, e todos os fantásticos momentos que juntos viveram e partilharam, enquanto músicos, é uma notícia mais do que triste.

Ao piano o neto do Sr. José Ferreira
Presidente, direcção, músicos, sócios e demais pessoas da Sociedade Harmónica Furnense solidariza-se no pesar do falecimento amigo e companheiro José Ferreira “Paixão”

O Vice-Presidente da Direção,

João Costa

A Harmónica Furnense perde uma pessoa muito querida, o Sr.º José Ferreira mais conhecido por ´´José da Paixão´´ desde criança esteve sempre ligado à banda. Como ele disse -´´ a doença é que me separou da música´´ e deixou a seguinte mensagem aos músicos da Harmónica Furnense: -´´ ESTUDEM MÚSICA PORQUE QUEM NÃO ESTUDA NÃO TOCA

Povoação, sexta-feira, 21 de Abril de 2017.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot