fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 20 de maio de 2015

FAZ HOJE 38 ANOS QUE FALECEU O ILUSTRE POVOACENSE MONSENHOR JOÃO MAURÍCIO DE AMARAL FERREIRA

Monsenhor João Maurício de Amaral Ferreira faleceu em Ponta Delgada a 20 de Maio de 1977 com 62 anos de idade e 40 anos de ministério sacerdotal.

A sua ordenação sacerdotal deu-se a 20 de junho de 1937. Realizou a sua Missa Nova a 11 de Julho de 1937. Prelado Doméstico (Foi elevado a Monsenhor) a 25 de Outubro de 1963. Foi Vigário Episcopal de 1970 a 1974. Foi Ouvidor da Povoação de 1940 a 1975.

Nasceu na Povoação no dia 22 de Setembro de 1914.

Filho de Manuel Jacinto Ferreira e de Júlia de Amaral, neto paterno de Jacinto José Ferreira e de Andreza de Jesus e materno de Manuel de Amaral e de Maria José da Glória.

Teve dois irmãos: Manuel Amaral Ferreira e Maria do Santo Cristo Ferreira.

Foi batizado na igreja paroquial de Nossa Senhora Mãe de Deus, Povoação, pelo Cura-Coadjutor, Pe. Dionísio Moniz de Almeida(74), no dia 4 de outubro de 1914, sendo padrinhos Manuel Joaquim Arnaldo e Maria Andreza.

Depois de completar o ensino primário na sua terra natal, deu entrada no Seminário de Angra no ano letivo 1927-1928(75).

Recebeu a Tonsura no dia 26 de Abril de 1936, as Ordens Menores de Ostiário e Leitor no dia 3 de Maio de 1936; as de Exorcista e Acólito no dia 10 de Maio do mesmo ano, a Ordem Maior de Subdiaconado aos 4 de Abril de 1937, a de Diácono no dia 30 de Maio do mesmo ano.
__________________
(74) Natural de Santa Cruz da Lagoa, faleceu, “de gripe”, na Povoação no dia 21 de Novembro de 1918, com 28 anos de idade. Foi sepultado no Cemitério de Santa Bárbara, Povoação.
(75) Octávio H. Ribeiro de Medeiros, A Igreja nos Açores Segundo Quartel do Século XX, Povoação, Santa Casa da Misericórdia da Povoação, 1998, p. 151.

Hoje completa-se 38 anos da sua morte e Um Olhar Povoacense vem relembrar esta figura prestigiosa do clero açoriano e que por 35 anos, foi prior da matriz da Vila da Povoação, sua terra natal, sendo, que, nesta vila, desenvolveu uma notável ação assistencial bem patente, sobretudo, no Externato Maria Isabel do Carmo Medeiros, cuja ação foi e é de relevante projeção para a juventude povoacense. 

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot