fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 15 de novembro de 2016

SPEA COMEMORA BIODIVERSIDADE NAS TERRAS DO PRIOLO


Foto: SPEA / Plantação de endémicas
No próximo fim de semana, 19 e 20 de novembro, a SPEA irá uma vez mais organizar o Fim-de-semana da Biodiversidade, na Reserva Florestal de Recreio da Cancela do Cinzeiro na Pedreira do Nordeste. Esta é uma iniciativa anual da responsabilidade da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e conta com o apoio da Direção Regional dos Serviços Florestais (DRRF).

O Fim-de-semana da Biodiversidade tem o intuito de proporcionar aos participantes um maior contacto com a natureza, dando a conhecer as Terras do Priolo. Este ano e aliando as comemorações do Dia Mundial da Floresta Autóctone a SPEA irá promover um fim-de-semana diferente para todos. Irá contar com uma ação de plantação de espécies endémicas da Floresta Laurissilva dos Açores, numa das áreas de habitat recuperadas pela equipa do Projeto LIFE+ Terras do Priolo. Esta atividade irá decorrer no sábado, dia 19, a partir as 9h30 e com ponto de encontro no Jardim Municipal da Povoação. Esta atividade é gratuita com inscrição obrigatória em http://centropriolo.spea.pt/pt/atividades/.

Irá também ser desenvolvido um evento de Geocaching, com uma apresentação da atividade pelo Sr. João Coelho como forma de promover esta atividade em ascensão nos Açores e que promove um contacto com a natureza e o respeito pelos recursos naturais. Esta atividade terá lugar no dia 20 de Novembro a partir das 14h no Centro Ambiental do Priolo (CAP).

A SPEA irá ainda colaborar com o agrupamento de Escuteiros da Pedreira, organizando diversas iniciativas ao longo do fim-de-semana para estes jovens, promovendo também um pequeno acampamento no Centro Ambiental do Priolo.

Este será o último fim-de-semana de funcionamento do CAP em 2016 que irá fechar ao público já a partir do próximo domingo, dia 20 de novembro, reabrindo a 15 de fevereiro de 2017.

O Centro irá encerrar nos meses de Dezembro e Janeiro e a visitação só é possível através da marcação atempada e condicionada à disponibilidade dos técnicos da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA). Como centro de interpretação ambiental este recebe anualmente a visita de pessoas de várias nacionalidades que o procuram para descobrir um pouco mais sobre o priolo, um tesouro açoriano que muitos procuram encontrar na Serra da Tronqueira.

Para mais informações visite a página do Centro Ambiental do Priolo (http://centropriolo.spea.pt/).

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot