fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

ALMA NUA D`VAIDADE

Vida inteira
Esperamos tudo
E
Mais alguma
Coisa
Sonha a moça
Sorri-lhe o jovem
“Canta-lhe”
Piropos
Esquenta-se a esperança
Encontro a dois
Cupido
Dispara uma flecha
Batem – batem
Corações
Um beijinho
Acontece
Mais um beijo

“Uma chuva deles”
Abraço atrevido
Não só
Tombando
Veio a noite
Misteriosa
Ela moça ele rapaz
Amor fogo que atiça
E zás
Aconteceu;
É a vida
Algum ralho
Caras sem vergonha;
O carro não anda
À frente dos bois!
Bem podiam esperar
Foi o amor, minha mãe!
Que louco o vosso amor.
Logo depois
O casório
Expectantes aguardam
Passa um dia
Passa dois
Mais um mês
Dois ou três
Estou grávida.
Eufórica
Temos um filho
Ela leveda – leveda
Nasce o bebé
Como é lindo
É um anjinho
Tem os teus olhos
A boca e nariz é meu
O menino
Está crescendo
A olhos vistos
Benza-o Deus
Não lhe dêem quebranto
Já me dá as mãos
Olha-nos, sorri
Esperneia
Dá gritinhos
Louvado seja Deus!
Já gatinha
Já anda – já fala
É um tagarela
Dá pulos
É levado da breca
Corisco rapaz
Para aí
E ele não pára
Tu vais aprender
Quantos pães
Dá um alqueire!
Que descanso
Quando estás na escola
A professora
Que te ature!

Em cada hora e dia
Prossegue a vida

Virá um dia que
Nossa alma nua de vaidade
Dirá baixinho Adeus


Benjamim Carmo


Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot