fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 14 de julho de 2015

REGISTAR O BOM SIM MAS O MAU NÃO

Diz um ditado popular bem antigo “Cada cabeça sua sentença”

Também será verdade que cada ser humano é livre de expressar a sua opinião mesmo que esteja errado, em desacordo, em contraditório.

Em Portugal a liberdade de expressão ainda existe, embora também existam muitos superdotados que através de diversificados meios tentam abafar, calar, manipular, desacreditar quem por direito das leis democráticas de um país exerce com cidadania essa mesma liberdade consagrada na constituição portuguesa .

Valorizar o que é nosso é importantíssimo, bem como dar a conhecer o que temos de bom, e, é muito que o há distribuído pelo nosso concelho, sendo este, o objetivo primeiro do Blog pessoal Um Olhar Povoacense desde o seu início, 28 de Janeiro de 2013, daí o número de 1226116 visualizações de página. Também sempre foi propósito deste blog ir de encontro do cidadão comum, dar voz aos seus apelos, que em verdade têm sido muitos e que não consigo de forma alguma dar conta. Ontem e hoje estava longe de imaginar esta onda de solicitações a alguém que gere Um Blog pessoal como hobby, por carolice, gosto e ocupação dos seus tempos livres.

Há quem não encaixe na sua cabecinha intelectual, esperta, sabedora, única de razão, que Um Olhar Povoacense ao dar voz ao cidadão comum, ao ir de encontro a algumas das suas pretensões no relato das suas “mágoas”, não está, nunca esteve e nunca estará a apontar negativamente para A,B ou C, não é, nunca foi e nunca será esta a forma e objetivo de quem gere este Blog.

Para alguns que se dizem povoacenses de corpo e alma, amantes da terra que nasceram e cresceram no concelho “Mais Lindo dos Açores”, os aspetos menos bons ou negativos não deveriam, não devem surgir no Blog Um Olhar Povoacense, sob pena de ficarem registados na história pela negativa, inclusive falando mal de todos nós povoacenses. Ora, esta intelectualidade de pensamentos passa do cómico ao ridículo, sendo um apelo ao encobrimento das questões, muitas delas de relevante importância concelhia, muitas delas alvo de apelo em sede própria, transmitidas repetidamente pelo cidadão comum e trabalhador a quem de direito, mas, quando reportadas para a opinião pública, neste caso através do Um Olhar Povoacense, acabam por picar dolorosamente em alguém com responsabilidades acrescidas e, esse alguém certamente não gosta sentindo-se profundamente melindrado com a questão, querendo assim transmitir a todo o custo que Um Olhar Povoacense é o mau da fita e deveria estar calado e cego, ou melhor ainda, sem Olho.

Meus caros seguidores e amigos nestas entrelinhas está a resposta a muitos porquês e quês.         

Se um dia o Blog Um Olhar Povoacense deixar de publicar não será pela constante intimidação de que é alvo, mas sim pelo cansaço e agastamento de um hobby que começa a ser demasiado pesado. Afinal não ganho nada com isso a não ser por um lado algumas inimizades, por outro, também é verdade, novas e boas amizades, mas o desgaste começa a ser maior do que a compensação.

2 comentários:



 
Powered by Blogspot