fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 18 de abril de 2018

ALARGADO PERÍODO DE LIBERTAÇÃO DE CÃES DE CAÇA PARA EXERCÍCIO NA ILHA DE SÃO MIGUEL


A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direção Regional dos Recursos Florestais, informou que, a partir de quinta-feira, 19 de abril, passa a ser novamente permitida a libertação de cães de caça para exercício em áreas delimitadas na ilha de São Miguel.

Uma portaria hoje publicada em Jornal Oficial determina que os cães de caça de espécies cinegéticas, nomeadamente os cães utilizados na caça ao coelho (Podengos), passam a poder ser libertados para exercício no segundo e no último domingo de cada mês, entre as 8h00 e as 12h00, ou seja, é autorizado mais um dia e mais uma hora do que anteriormente.


A libertação dos cães de pena (identificados como cães-de-parar) mantém-se, no entanto, nos moldes anteriormente definidos no caderno venatório 2017/2018.

Desde de 29 de dezembro que estava proibida a caça e a libertação de cães de espécies cinegéticas na ilha de São Miguel devido a um novo surto da Doença Hemorrágica Viral (DHV) na população de coelhos bravos.

Por terem decorrido cerca de dois meses desde que foram encontrados e recolhidos os últimos coelhos mortos com sinais de contaminação pela DHV na ilha de São Miguel, é razoável admitir que o surto terminou.

A nova variante do vírus da DHV, identificada em França em 2010 e que em 2012/2013 desencadeou um surto no continente português, com uma elevada taxa de mortalidade, chegou aos Açores em novembro de 2014, tendo sido a Graciosa a primeira ilha a ser afetada.

GaCS/RM

Povoação, quarta-feira, 18 de abril de 2018.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot