fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 25 de julho de 2017

FALECEU A POVOACENSE DE ADOÇÃO MARIA CARDOSO 11/10/1966 – 24/07/2017

Recebemos a triste e inesperada notícia do falecimento da povoacense de adoção Maria do Rosário Cordeiro de Melo Cardoso, contava 50 anos de idade, natural da Freguesia de Ribeira Grande (Matriz), casada com Emanuel Silva Cardoso, Filha de António de Amaral Melo e de Liduína Nunes Cordeiro, residente na Rua do Outeiro, Freguesia e Concelho de Povoação. Faleceu ontem segunda-feira, 24 de julho, às 06h15, no Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada.

A pior dor que alguém pode viver é ver algum ente querido amado partir. A impotência diante da morte é o que nos faz lembrar que somos humanos, e nos darmos conta de como a vida é frágil.

Apesar do sofrimento é preciso lidar com a morte com força e coragem. É preciso pensar que, embora a vossa mulher, mãe, avó querida não esteja mais entre nós, o amor nunca se vai embora. O amor e as boas memórias sempre ficam depois da morte.

Vivam o seu luto, chorem, sofram. Mas saibam que vocês não estarão sozinhos nunca na vossa dor. Olhem para o céu e tenham a certeza de que há uma estrela lá em cima brilhando e iluminando cada um dos vossos passos.

Quando toda esta dor passar, vai ficar apenas a saudade da vossa querida e amada Maria do Rosário Cordeiro de Melo Cardoso que se foi. Essa saudade vai sempre fazer o vosso peito apertar, mas a memória que se manterá viva nos vossos corações, vai-lhes dar força para volta a sorrir.

Sigam em frente e vivam a vossa vida com paz e felicidade. Toda a gente tem uma missão e precisam seguir o seu próprio caminho para que possam se tornar também uma estrela na grandeza do céu e na infinitude da eternidade.

O seu corpo esteva em câmara ardente na casa mortuária da Vila da Povoação, realizando-se as celebrações fúnebres hoje, tendo as mesmas de serem antecipadas para as 10h00 em virtude do seu marido Emanuel Cardoso se ter sentido mal, acabando por ser hospitalizado, sendo provável ter de sofrer uma intervenção ao coração devido a um misto de inesperadas e fortes emoções. A nossa irmã partiu assim rumo à sua última morada, cemitério de Santa Bárbara, Lomba do Carro, Freguesia de Povoação.

Um Olhar Povoacense endereça sentidas condolências em especial ao seu marido, filhas e restantes familiares.

Desejamos as rápidas melhores ao povoacense Emanuel Cardoso.

Povoação, terça-feira, 25 de julho de 2017.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot