fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 17 de maio de 2017

PRODUTOS ARTESANAIS DE 56 EMPRESAS REGIONAIS PRESENTES NAS FESTAS DO SANTO CRISTO DOS MILAGRES

O Governo dos Açores, através da Vice-Presidência, promove, entre 19 e 25 de maio, em Ponta Delgada, a realização da "M.ART. do Santo Cristo dos Milagres", que apresenta os produtos artesanais de 46 empresas regionais.

Esta mostra, operacionalizada pelo Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), decorre nas Portas do Mar, integrada na "Feira Lar, Campo e Mar".

A iniciativa visa apoiar a comercialização de produtos de artesanato açoriano, dando visibilidade aos trabalhos das 46 Unidades Produtivas Artesanais (UPA) que se candidataram ao Sistema de Incentivos ao Artesanato (SIDART).

Estas UPA das ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e São Jorge vão exibir trabalhos em fibras vegetais, bordados, rendas, osso de baleia, escamas de peixe, bijuteria, tecelagem, estanho, pintura em cerâmica, 'fusing' e registos do Senhor Santo Cristo, entre outros.

Paralelamente, e no decorrer das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, o CRAA organiza a segunda edição do ‘Mercado de Doçaria Açoriana – Dias Doces’, na avenida Infante Dom Henrique, em Ponta Delgada.

Esta iniciativa pretende divulgar os doces tradicionais dos Açores, fomentar o consumo de produtos regionais e, sobretudo, proporcionar novas oportunidades comerciais e promocionais às empresas.

Esta mostra conta com a participação de 10 Unidades Produtivas Artesanais e três empresas e associações convidadas, disponibilizando ao público um espaço de exposição e venda de produtos artesanais.

Os visitantes deste espaço de acesso gratuito vão poder conhecer e adquirir biscoitos, doces, licores e aguardentes, mas também compotas, geleias e mel, entre outros produtos.

No mesmo espaço vai estar disponível a publicação “Doçaria Açoriana – da história que os gestos contam”, da autoria de Teresa Perdigão, antropóloga e investigadora do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT), da Universidade Nova de Lisboa.

Este livro, de caráter histórico, técnico e promocional, incide essencialmente na doçaria certificada e no processo de certificação, ao abrigo da marca coletiva 'Artesanato dos Açores'.

A obra visa não só reconhecer e valorizar os 'modos de fazer' e contribuir para a sua preservação, mas também realçar os princípios e os valores que integram a memória identitária açoriana.

Os dois eventos estarão abertos ao público das 18h00 às 00h00, nos dias 19, 23, 24 e 25 de maio, e das 16h00 às 00h00, nos dias 20, 21 e 22 de maio.

GaCS/OG

Povoação, quarta-feira, 17 de maio de 2017.


Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot