fazer um site gratis no aqui

domingo, 14 de maio de 2017

POVOACENSE INTEGRA ORQUESTRA CLÁSSICA DE FÁTIMA QUE TOCOU PARA O PAPA FRANCISCO

No momento da despedida de Jorge Bergoglio da peregrinação do 13 de maio em Fátima o jovem músico povoacense integrado na Orquestra Clássica de Fátima, Hugo Araújo, filho do conhecido Maestro Laurindo Araújo, tocou para sua Santidade na sua chegada à rotunda norte.

Assim que o Papa Francisco chegou à rotunda, a Orquestra tocou o hino do Vaticano, no momento em que o líder da Igreja Católica mudou para uma viatura fechada e seguiu viagem até à base militar Monte Real, sendo esta a sua última paragem antes do regresso a Itália.

Neste sentido Um Olhar Povoacense foi de encontro ao nosso conterrâneo Hugo Araújo e colocou-lhe umas breves questões.

Um Olhar PovoacenseHugo, o que sentiste ao tocar para sua Santidade o Papa Francisco?

Hugo AraújoSenti uma enorme satisfação, Todos os concertos que faço bem como outras entidades para quem toco, têm sempre um sabor especial. Tocar para a figura máxima da igreja católica, é algo do qual me orgulho muito sendo que o meu pai já o tinha feito anteriormente quando o Papa João Paulo II, conhecido pelas suas inúmeras viagens esteve nos Açores a 11 de maio de 1991. As poucas horas que o Papa João Paulo II esteve nos Açores foram suficientes para deixar uma marca indelével na Diocese e em toda a comunidade cristã Açoriana.

U.O.P.Como descreves a tua experiência enquanto membro integrante da Orquestra Clássica de Fátima?

H.A. – Até agora, a minha experiencia na orquestra tem sido excelente, pois desde o dia em que recebi um telefonema da direção da orquestra a congratular-me por ter vencido o concurso de 1º Trompete solista que a minha dedicação e sacrifício tem sido total. Neste momento contamos com 43 elementos e apesar de ser a nossa primeira temporada, tem havido uma evolução constante em todos os níveis. Já fizemos diversos concertos com o mais variado reportório, desde o reportório clássico ao reportório romântico, Séc XX e sacro. Toda a equipa que nos acompanha diariamente, tem uma entrega fantástica. Nunca nos falta nada e todos os meus colegas profissionais, transparecem uma enorme humildade e estão sempre prontos a colaborar e a ajudar. Na próxima temporada, temos já vários convites para atuar na Europa nomeadamente na Bélgica e na França onde certamente iremos marcar presença.

U.O.P. -  Por último, que balanço fazes destes dias de preparação até ao dia da atuação para o representante máximo da Igreja Católica?

H.A. – A nossa preparação tem sido de alto nível. como qualquer outra profissão, os bons resultados bem como o sucesso, dependem sempre de uma boa dedicação e acima de tudo, um bom profissionalismo. Apesar da entidade em questão, a preparação é feita de igual forma: Muita dedicação, concentração, cumprir os horários e acima de tudo, saber essencialmente descansar pois o descanso é tão importante quanto a prática e na verdade culmina com a seguinte realidade: Não interessa o tamanho do público ou a entidade para quem se toca, seja sempre profissional.

Um Olhar Povoacense agradece ao Hugo a sua disponibilidade para responder às nossas questões e deseja-lhe continuação de sucessos musicais.

Povoação, domingo, 14 de maio de 2014.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot