fazer um site gratis no aqui

segunda-feira, 27 de março de 2017

O TERÇO DA TIA JOANA

Havia uma senhora muito simples que vendia verduras na vizinhança. Certo dia, Tia Joana, conhecida por toda vizinhança, foi vender suas verduras na casa de um protestante e perdeu o terço no jardim da casa dele. Passados alguns dias, Joana voltou novamente àquela casa.

O homem veio logo zombar da Tia Joana, e dizia para ela:

- "Você perdeu o seu Deus?"

Ela humildemente respondeu:

- "Eu, perder o meu Deus?.... nunca! "

Ele, então, pegou o terço e disse:

 - "Não é este o seu Deus?"

- "Graças a Deus o senhor encontrou o meu terço, ... muito obrigada".

- "Por que você não troca este cordão com estas sementinhas pela Bíblia?" Disse ele.

- "Porque a Bíblia não sei ler, e com o terço eu medito toda a Palavra de Deus e a guardo... no Coração" .

- “Medita a Palavra de Deus? Como assim?

Poderia me explicar?

Respondeu Tia Joana, pegando o terço: - "Posso sim. Quando eu seguro na Cruz, lembro-me que o Filho de Deus deu todo o Seu Sangue, pregado numa Cruz, para salvar a humanidade.

Esta primeira conta grossa me lembra que há um só Deus onipotente.

Estas três contas pequenas me lembram as três pessoas da Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Essa conta grossa me faz lembrar a oração que o Senhor mesmo nos ensinou, que é o Pai-Nosso.

O terço tem cinco mistérios que fazem as cinco chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo cravado na Cruz, e cada mistério tem dez Ave­Marias, que me fazem lembrar os Dez Mandamentos que o Senhor mesmo escreveu na tábua de Moisés.

O Rosário de Nossa Senhora tem quinze mistérios, que são: os cinco gozosos, os cinco dolorosos e os cinco gloriosos. De manhã, quando me levanto para iniciar a luta do dia eu rezo os gozosos, lembrando-me do humilde lar de Maria de Nazaré. No meio dia, no meu cansaço e na fadiga do trabalho eu rezo os mistérios dolorosos, que fazem lembrar a dura caminhada de Jesus Cristo para o Calvário. Quando chega o fim do dia, com as lutas todas vencidas, eu rezo os mistérios gloriosos, que me fazem lembrar que Jesus venceu a morte para dar a salvação a toda humanidade.

E agora, me diga; onde está a idolatria?"

Ele, depois de ouvir tudo isso disse:

- "Eu não sabia disso. Ensine-me, Tia Joana, a rezar o Terço!"

O terço da tia Joana é trecho da Editora Escada Salmos e Orações.

Aqui e agora manifesto de fé acontece, a devoção do terço, tempo quaresmal; calcorreia o irmão caminhado vereda vale e monte lerado dolento – Avé Maria ecoa em cada coração – parafraseando o poeta. Romeiro da Avé Maria quem te ensinou a rezar?

“Em cada Templo” – Deus é a minha salvação, n`Ele confio e nada temo, porque a minha força e o meu canto é o senhor (Isaías 12.2).

Encontro de vida acontece…

Está rezando o terço?

Ensino de vida obtive - é o meu bordão na minha peregrinação e encontro com o Divino em cada irmão. “Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o seu Filho unigénito, a fim do que todo o que Nele crê, não se perca, mas tenha a vida eterna” (João 3,16).

Existiu ou existe família cristã que ora que reza o terço num saudável convívio de fé, Louvado seja o Divino Pai…

Não devias, também tu compadecer-te do teu companheiro como eu tive compaixão de ti?

Mateus 18, 21 – 35

Benjamim Carmo

Povoação, segunda-feira, 27 de março de 2017.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot