fazer um site gratis no aqui

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

DESPEDIDA DO MAESTRO DIOGO CARVALHO EM CONCERTO MEMORÁVEL NA IGREJA MATRIZ DA POVOAÇÃO

A Sociedade Filarmónica Marcial Troféu superiormente dirigida pelo jovem maestro Diogo Carvalho brindou ontem, domingo, 29 de janeiro, os povoacenses com um memorável concerto, concerto este que certamente marcou todos quantos se deslocaram ao templo sagrado de Nossa Senhora Mãe de Deus pela positiva, sendo de salientar e destacar todo o trabalho despendido por cada executante, quer da S.F. Marcial Troféu quer do Coro Vox Cordis, proporcionando um final de tarde de Domingo radiante e onde fizeram sobressair a arte da música.

Este acontecimento musical, designado de Missa Santa Cecília – Jacob de Haan, contou com obras de Hélder Bettencourt, Franck Ticheli, Johan de Meji e John Rutter, marcado assim o fim de um ciclo de cinco anos e meio do jovem maestro Diogo Carvalho na direção musical da Sociedade Filarmónica Marcial Troféu.


A centenária banda povoacense conta com um vasto currículo de atuações locais, regionais, nacionais e no estrangeiro. Diogo Carvalho é um jovem prodígio que passou pelo Conservatório Regional de Ponta Delgada, pela Banda de Música da Zona Militar dos Açores, pela Orquestra Regional Lira Açoriana, pela Orquestra Ligeira de Ponta Delgada e pela Banda Sinfónica de São Miguel, entre outras formações e colaborações. Para além de superiormente ter dirigido a S.F. Marcial Troféu durante cinco anos e meio, atualmente é membro da Direção da Academia de Música da Povoação, onde leciona, entre outras, a disciplina de Formação Musical. Sem dúvida que estamos perante um jovem talento e que muito orgulha os povoacenses, sendo o seu árduo e empenhado trabalho reconhecido por todos quantos atentamente o acompanham.



No final do memorável concerto de ontem após os discursos do Presidente da Câmara Municipal da Povoação, Dr. Pedro Melo, e do Presidente da Sociedade Filarmónica Marcial Troféu, Sr. Norberto Carvalho, foi efetuada uma despedida muito emotiva ao jovem maestro Diogo Carvalho, quer pelos músicos executantes da S.F. Marcial Troféu, quer pelo Coro Vox Cordis, quer pela sua família, quer por todos os presentes na Igreja Matriz. Um momento em que as emoções estiveram ao rubro, não conseguindo o jovem maestro conter as lágrimas, agradecendo de forma muito espontânea e emotiva a todos, em especial, à sua família pelas longas horas de ausência em prol do seu amor à arte musical.


Nunca é de mais salientar a excelente colaboração da Associação Musical Vox Cordis para com a S.F. Marcial Troféu, emprestando todo o seu glamour musical aos memoráveis concertos da banda povoacense. O seu percurso tem merecido o respeito e admiração do público para quem tem atuado. Tem como maestro residente Odilardo Rodrigues, maestro convidado Jorge Alves e maestrina e ensaiadora Paula Campos. Contou, desde a sua formação e até 27 de Janeiro de 2016, com o trabalho da maestrina, ensaiadora e formadora Rosa Botelho.

Um Olhar Povoacense endereça ao maestro Diogo Carvalho Muitos Parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo de cinco anos e meio ao serviço da banda povoacense, desejando-o também os maiores sucessos no futuro. Parabéns aos músicos executantes da S.F. Marcial Troféu e ao Coro Vox Cordis pelo brilhante momento proporcionado neste memorável concerto Missa Santa Cecília – Jacob de Haan.


Discurso do Presidente da Sociedade Filarmónica Marcial Troféu

Queridos amigos!
Um novo evento musical de alto nível nos vê mais uma vez reunidos nesta nossa Igreja Matriz de Nossa Senhora Mãe de Deus. Ele tem para mim, e para todos nós da banda, um elevado valor e significado: é um concerto executado pela Sociedade Filarmónica Marcial Troféu e pelo Coro da Associação Musical Vox Cordis; um concerto que nos coloca em contacto, num certo modo, com a realidade espiritual do espaço onde nos encontramos.
Marco Túlio Cícero, filósofo e político romano, disse:
“Nenhum dever é mais importante que a gratidão”
Não poderíamos deixar passar este momento sem umas breves palavras de agradecimento a quem, de uma forma ou de outra, nos apoiou e tornou possível este concerto:
- Câmara Municipal da Povoação;
- Junta de Freguesia de Povoação;
- Santa Casa da Misericórdia da Povoação;
- Padre João Ponte;
- Comissão Fabriqueira de Nossa Senhora Mãe de Deus;
- Padre Octávio Medeiros;
- A.P.L António Pereira da Luz
- Mário Oliveira
Muito Obrigado a todos!
Uma palavra de muito carinho também para o maestro Diogo Carvalho, um jovem talentoso com quem tivemos a honra de trabalhar nos últimos 5 anos e meio.
Para além do brilhantismo, profissionalismo e do estatuto que conseguiu alcançar, existem duas características que me permitem qualificar o Diogo Carvalho pela sua passagem na banda da Povoação: empenho e dedicação!
A ti, Diogo, em meu nome, da direcção, dos sócios e dos músicos, o nosso muito obrigado por todo o teu sacrifício, pela marca que, indiscutivelmente, deixas na Sociedade Filarmónica Marcial Troféu. Terminas hoje, com este concerto, este ciclo de maestro da nossa banda, mas contamos sempre com a tua amizade e colaboração, e tu podes contar connosco!

Termino, dirigindo-me aos executantes da Filarmónica Marcial Troféu:
A todos os executantes desta Filarmónica, quero expressar publicamente a minha gratidão por poder trabalhar convosco e o quanto aprecio o vosso esforço, empenho, dedicação, tenacidade e amor à música, que é a linguagem universal.
A todos os que de alguma forma contribuem para o desenvolvimento da atividade cultural da nossa filarmónica, o meu agradecimento e um bem-haja.

Povoação, segunda-feira, 30 de janeiro de 2017.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot