fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

CAÇA À IDADE E AO AUTÓGRAFO

Se um dia é do caçador o outro é da caça quando assim acontece ouve-se estórias de “pasmar”…

No caminho que liga Lomba do Botão à Lomba do Pomar (localidades da Povoação S. Miguel) caminhava pequeno grupo de caçadores – Nelim – José – e Ricardo mais conhecido por Sniker jovem franzino de baixa estatura. De modo inconveniente foi este grupo interrompido por um casal que os “agrediu com palavras”. Aqui está porque é que o mundo está as avessas de pernas para o ar…

Caras sem vergonha colocarem nas mãos d’uma criança uma arma tão grande e perigosa se acontecer alguma coisa dizem - Não terem culpa.

A senhora abra os olhos e veja que este rapaz não é criança mas um homem.

Oh! Vê lá como fala; como fala com a minha mulher. Vocês vão pagar no inferno no fogo a arder…Malditos homens dar uma arma a uma criança. Ó pequeno! Que idade tens? Tenho vinte e dois… Não acredito – Estás – me enganando. Se a Sra. e o Sr. não acreditam é porque são daqueles que “S. Tomé deixou atrás”… Boquiabertos e inconformados prosseguiram a caminhada resmungando. Aquele cara sem vergonha insultou-nos. Ó Maria dizia minha avó que quem não tem vergonha todo o mundo é seu. Quando adolescente vivemos ansiosos para atingir a maioridade, alcançada a “meta” parece-nos que o ano passa a quatro “velocidades” se me perguntam a idade respondo com ar de pão sem sal e digo Setenta isto para dizer que estou “despassarado” deixem passar mais esta à Benjamim. Há dias no Hospital do Divino Espírito Santo encontrei um mariense amigo o João Daniel Santos, estava ele sentado na sala de visitas ao ver-me levantou o braço e a ele me dirigiu.

Em inicio de conversa não o reconheci prosseguindo-a dissipou-se a incógnita de quem é quem?

Neste fugás dia de encontro fui à caça de um autógrafo, simpaticamente a Dra. Luísa Noronha com sua assinatura e dedicatória mais valorizou o livro de sua autoria - A Ermida de Nossa Sra. dos Anjos de Sta Maria. Agradeço a Susana Carvalho Elsa e Dna Fátima o envio de baías de Sta Maria é mais um livro do Manuel Carvalho que abrindo o coração falou escreveu com amor sobre a sua ilha um memorial de vida que sempre estará no coração dos familiares e não só. Ao Sr. Arsénio Chaves Puím agradeço ter rubricado o livro de sua autoria. A pesca à Baleia na ilha de Sta Maria. Desde sempre o admiro, sempre que leio o que escreve adquiro conhecimento é lufada de ar fresco, historial que não enfadonha carente de cultura como o Benjamim.

Do volume primeiro Etnologia recolha do Dr. Carreiro da Costa uma quadra. Ilha de Sta Maria – Quem te atirasse dois tiros – Com pólvora de saudades – Carregada de suspiros.

Benjamim Carmo

Povoação, terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot