fazer um site gratis no aqui

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

A MAJESTOSA E IRREPREENSIVELMENTE BEM CUIDADA ENTRADA PRINCIPAL DO PARQUE Dª. BEATRIZ DO CANTO

Originalmente chamado Parque das Murtas ou, simplesmente, Jardim das Murtas, foi criado pelo Dr. Ernesto do Canto no embalo romântico do Séc. XIX e resultou de um plano concebido entre Ernesto do Canto, seu irmão José do Canto, António Borges (da Câmara Medeiros), António Botelho de Sampaio Arruda e José Maria Raposo de D'Amaral, os quais decidiram entre si ajardinar as Furnas e nele construir aquilo que designaram de "Paraíso na Terra". A eles se deve a existência dos principais jardins e parques das Furnas, entre os quais se destaca o Piquinho de António Borges, A Mata Jardim José do Canto, o Parque Barão da Fonte Bela e o Tanque - o maior e mais conhecido de todos - atualmente designado como Parque Terra-Nostra. 


Arrasado por uma cheia nos anos 30 do Séc. XX, o parque foi totalmente recuperado pela sua proprietária de então, a ilustre benemérita micaelense Beatriz do Canto, que o manteve e dinamizou a fruição gratuita do jardim a toda a população durante o mês de Agosto, altura em que veraneava no belo chalet que integra o parque. Em sua homenagem seu filho Maurício da Câmara e esposa Antonieta da Câmara, atuais proprietários, atribuíram-lhe o nome ao jardim, cuja tradição de partilha graciosa com a comunidade e veraneantes mantêm religiosamente. 


Foto/Texto: Luís Quental

Povoação, 2 de setembro de 2016.

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot