fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

POVOAÇÃO TEM NOVO PRESIDENTE DE CÂMARA (COM VÍDEO)

Pedro Nuno Sousa Melo, de 40 anos, natural da Ribeira Quente e licenciado em Gestão de Empresas pela Universidade dos Açores, é o novo Presidente à frente dos destinos do Concelho da Povoação.

O novo líder assumiu funções de presidência, no início de janeiro, após Carlos Ávila ter cessado as suas a 31 de dezembro de 2015.

Há 23 anos que o município povoacense não tinha como Presidente de Câmara um filho da terra, tendo o último terminado funções em finais de 1993.

O novo elenco camarário PS da Câmara da Povoação é, assim, composto por Pedro Melo, que era já Vice-Presidente, e que agora assume a Presidência; Alberto Bulhões, que era Vereador do Pelouro das Obras Públicas e agora foi designado Vice-Presidente; Rui Fravica que continua a liderar o Pelouro da Cultura, Desporto, Tempos Livres e Turismo, mas que ganha novas competências, nomeadamente a mediação das relações com as Juntas de Freguesia; e finalmente Eduarda Pimenta, que não assumindo nenhum Pelouro, será presença assídua nas reuniões de Câmara e manterá uma colaboração estreita com o executivo. Na prática, com esta nova Presidência, Pedro Melo reduz para dois o número de Vereadores a tempo inteiro. 

No seu primeiro comunicado, Pedro Melo afirmou “cabe-me assumir a liderança desta “Equipa”, e desde já louvo o Dr. Carlos Ávila que, cessando o mandato de Presidente da Câmara Municipal da Povoação, nos deixa um legado de relevante importância para o concelho, assim por todos publicamente reconhecido. Honrada e orgulhosamente, até aqui Vice-presidente da Câmara Municipal, passo a corporizar a Presidência da Câmara Municipal da Povoação, convicto das responsabilidades que me esperam, mas também com a certeza, de com não menor sentido de responsabilidade e dedicação à causa pública, ter adquirido a preparação e as competências necessárias para o efeito, sobretudo ao longo dos últimos 6 anos”.

Pedro Melo disse que “a estratégia de trabalho que se pretende implementar, compreende, o estabelecimento de parcerias relevantes, com o Governo Regional dos Açores mas também com as entidades locais. Conjugando os interesses comuns, almejamos encontrar uma plataforma de desenvolvimento conjunto, realçando o trabalho das Juntas de freguesia em igual representação dos interesses da população”.

Quanto aos impostos, “apesar das fortes restrições financeiras e da situação económica do País e dos problemas herdados, não quisemos aumentar os impostos sobre povoacenses, política que pretendemos manter em afirmação da importância que conferimos ao desenvolvimento social e ao papel de ajuda municipal de proximidade que nos tem sido possível conferir aos nossos munícipes e concidadãos”, esclareceu o autarca.

O investimento em programas sociais será também para continuar. “Encaramos desde o início a importância dos Programas Sociais de Emprego como uma forma de garantir os rendimentos das famílias da Povoação que se viram privadas de oportunidades no mercado de trabalho. Através destes programas, e com a prestimosa e indispensável ajuda do Governo Regional dos Açores, possibilitámos não só a dinamização da economia local, mas também a motivação das pessoas que puderam voltar a produzir e contribuir com o seu trabalho em prol do concelho”, elucidou o Presidente, Pedro Melo.

A aposta na Educação será outra das bandeiras deste executivo. “Desde sempre percebemos que a formação qualificada é por si só uma aposta no futuro e por isso mesmo continuamos a apoiar os jovens estudantes universitários do concelho, nomeadamente com a atribuição de “Bolsas de Estudo”, explicou o autarca.

Falando em retrospetiva, o novo Presidente da Câmara da Povoação, Pedro Melo, não esqueceu os sacrifícios que foram feitos para redução da dívida. “Reduzimos já as despesas de funcionamento da autarquia em 50%, o que naturalmente contribuiu para o forte investimento em programas sociais.
Reduzimos em mais de 20 milhões de euros a dívida pública que herdámos a terceiros de mandatos anteriores e manteremos a nossa política de redução de dívida. Melhoramos a situação financeira da autarquia e ficamos livres da situação de falência em que o Município se encontrava anteriormente, evitando, há 6 anos atrás, a entrada da Povoação numa situação de reequilíbrio financeiro, que nos teria condenado a aumentar os encargos sobre as pessoas”. Contudo, acrescentou “obstante essa realidade e as perspetivas otimistas que hoje se nos deparam, temos consciência de que ainda teremos de enfrentar algumas situações difíceis, sobretudo fruto de problemas que ainda persistem do passado e que poderão vir a ter reflexos sérios na situação económico-financeira da Autarquia, no seu todo”.

O novo Presidente da Câmara da Povoação clarificou ainda que com “o passar do tempo e a evolução do contexto socioeconómico, exige-nos flexibilidade e capacidade de inovar na procura de novas soluções e alternativas para as problemáticas que nos assolam. É com este espírito que encaramos o futuro, conscientes das dificuldades, é verdade, mas acima de tudo conscientes do enorme potencial de desenvolvimento que tem o Concelho da Povoação. Conhecemos bem a nossa realidade atual e sabemos o que queremos alcançar para que os Povoacenses se possam orgulhar de si mesmos, cada vez mais, naquele que, sendo reconhecidamente o Concelho mais lindo dos Açores, pode naturalmente, também aspirar a ser um dos mais desenvolvidos da Região.

Queremos continuar a trabalhar para a Povoação contando com o contributo e com a confiança de todos os povoacenses, sem exceção”.


Povoação, 5 de janeiro de 2016

Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal da Povoação


Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot