fazer um site gratis no aqui

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

RECORDAR JOSÉ GAUDÊNCIO UM POVOACENSE DE ADOPÇÃO

Um Olhar Povoacense vem hoje relembrar e dar a conhecer às gerações mais novas um cidadão que fixou residência no Concelho da Povoação e adoptou esta terra como sua, um ser humano portador de saber, cultura, inteligência, simpático, bom conversador, amigo, prestável e que deve ser relembrado pelos povoacenses. Foi meu professor de História no Externato Maria Isabel do Carmo Medeiros e muitos povoacenses certamente devem lembrar-se dele na Biblioteca Itinerante que corria vários pontos do nosso concelho.

Quem é este homem que falamos?     

José Correia Gaudêncio nasceu a 11 de outubro de 1927, na freguesia dos Flamengos, Concelho da Horta, ilha do Faial, filho de José Correia Gaudêncio e de Maria Correia Bettencourt.

Frequentou a escola primária da sua freguesia natal e, em seguida, o Liceu Nacional da Horta, onde concluiu o Curso Geral dos Liceus, em 1946.

Frequentou a Escola do Magistério Primário da Horta (1946/47 – 1947/48), onde concluiu o curso de professor do ensino primário.

Não seguiu a carreia docente, pois ingressou, mediante concurso realizado em Lisboa, a nível nacional (1948), como funcionário da secretaria do Liceu Nacional da Horta, onde permaneceu até julho de 1966.

Neste mesmo mês e ano, e em virtude de convite feito pela Fundação Calouste Gulbenkian, convite que aceitou com prazer, para Encarregado de Biblioteca Itinerante, foi colocado na Velas de São Jorge, onde desempenhou este cargo até julho de 1966, sendo transferido, a seu pedido, para a Vila da Povoação, onde fixou residência. Aposentou-se deste cargo em 1987.

Paralelamente ao exercício das suas funções como Bibliotecário da Fundação Gulbenkian, lecionou no Externato das Velas a disciplina de História aos 3 anos do Curso dos Liceus.

Logo após a sua chegada à Povoação (1968), ingressou como professor do Externato desta Vila, onde lecionou ininterruptamente durante 22 anos várias disciplinas (História, Geografia, Ciências Sociais, Introdução à Política).

No Liceu de Ponta Delgada, e já após a sua residência na Vila da Povoação, concluiu então o 7.º ano do Curso Complementar dos Liceus, em 1975.

Obteve o diploma de professor do ensino secundário particular, obtido mediante realização de provas públicas (escritas, práticas e orais) perante júri oficialmente constituído para tal, no Liceu de Ponta Delgada em 1978.

Após a aposentação, e com a maioria do partido socialista no executivo municipal no Concelho da Povoação, ofereceu os seus serviços para colaborador da Biblioteca Municipal, cargo que exerceu com afinco e sem quaisquer remunerações, até a sua posse em janeiro de 1999, como Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Povoação.

Foi o primeiro Diretor do quinzenário “Seara Verde”, cargo que desempenhou com prazer durante cerca de ano e meio (28 de agosto de 1996 a 2 de outubro de 1997), só tendo abandonado em virtude de doença súbita e violenta de que foi acometido e que o deixou em estado de choque psíquico durante um longo lapso de tempo.

Exerceu durante dois mandatos (1960/1964 e 1964/66, interrompido a meio por mudança de residência) o cargo de presidente da Junta de Freguesia dos Flamengos, ilha do Faial. 

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot