fazer um site gratis no aqui

sexta-feira, 26 de junho de 2015

GOVERNO DOS AÇORES VAI IMPLEMENTAR UM PROJETO-PILOTO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES

O Governo dos Açores vai implementar, nos anos letivos 2015/2016 e 2016/2017, um projeto-piloto envolvendo as bibliotecas escolares de até quatro escolas da Região, de acordo com o teor de um despacho da Secretaria Regional da Educação e Cultura publicado hoje em Jornal Oficial.

Este projeto-piloto, que será distribuído pelo arquipélago “em territórios educativos potenciadores de um trabalho em rede”, decorre de um diagnóstico à situação das bibliotecas escolares ao nível regional na sequência da experiência de lançamento em 2011 da Rede Regional de Bibliotecas dos Açores (RRBE).
Através desse diagnóstico, refere o despacho do titular da Secretaria Regional da Educação e Cultura, “concluiu-se que há uma grande disparidade entre as bibliotecas escolares das unidades orgânicas do Sistema Educativo Regional no que diz respeito, entre outros aspetos, ao modo como se organizam, ao acervo e aos recursos de que dispõem, à importância atribuída à biblioteca escolar na vida de cada escola”.

Reconhece-se, contudo, às bibliotecas escolares “um papel de relevo na promoção do sucesso escolar”, designadamente através de “um trabalho inter e transdisciplinar com as diferentes áreas curriculares, bem como do desenvolvimento da literacia de leitura e de leitores autónomos e competentes”.

No despacho agora publicado estabelece-se que os coordenadores das bibliotecas das unidades orgânicas que integram a experiência-piloto terão, entre outros aspetos, uma redução de 50% da componente letiva.

Desde que o trabalho desenvolvido garanta  a sua integração, as escolas-piloto passam – segundo o Despacho de Avelino Meneses -, durante o ano letivo 2016-2017, a incorporar o Programa da RRBE dos Açores.

As bibliotecas escolares que não integram  o projeto-piloto recebem “apoio e orientações” da RRBE, sendo-lhes igualmente dada a oportunidade dos seus coordenadores e elementos permanentes “receberem formação creditada e não creditada”, adianta-se.

O Programa da RRBE será alargado, refere ainda o Despacho, de forma faseada à totalidade da rede pública do Sistema Educativo Regional.

Texto: GaCS/PB

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot