fazer um site gratis no aqui

domingo, 31 de maio de 2015

O POVOACENSE JOÃO CORDEIRO LANÇOU MAIS UM LIVRO “ERA ASSIM NO CAMPO”

Teve lugar ontem, sábado, 30 de maio, no Salão Nobre da Santa Casa da Misericórdia da Povoação, o lançamento do livro “ERA ASSIM NO CAMPO” da autoria do povoacense João Cordeiro, irmão da instituição concelhia e também já foi mesário da mesma, sendo de realçar que esta obra foi financiada pela Santa Casa da Misericórdia da Povoação.

O Salão Nobre encheu-se de convidados, amigos e familiares do autor que não quiseram deixar passar esta oportunidade para acarinhar e felicitá-lo por mais este feito.

O Provedor, Ângelo Furtado, afirmou ter sido com muito gosto que a Santa Casa acarinhou “este projeto”, acrescentando que a instituição vai continuar a desenvolver-se, estando para breve a obra da remodelação do Posto Farmacêutico de Furnas.

A apresentação do livro esteve a cargo do Dr. Luís Dâmaso Baptista Vasconcelos.

Esta obra literária descreve a sociedade e as vivências no espaço rural nos meados do século passado, com manifesta relevância à área geográfica e populacional da bacia da Povoação, nas várias dimensões: física, social, cultural, económica, religiosa, lúdica e desportiva.

Aborda a posse e exploração da terra, a importância das culturas cerealíferas e da criação de animais no percurso económico e na subsistência das pessoas e das famílias; caracteriza os utensílios domésticos, as ferramentas de trabalho, as alfaias agrícolas, as profissões de antigamente e os meios de transporte e de comunicação utilizados nas atividades e tarefas do campo. Refere também a tipicidade e uso das mercearias e tabernas, a venda, troca e partilha de produtos e de trabalho, as várias formas de expressão de convivialidade, de relacionamento social, familiar e de vizinhança.

Aborda ainda os serviços públicos sociais, com enfoque aos meios de apoio à saúde e hospitalares, bem como as estruturas escolares existentes e modos de acesso aos diferentes níveis do sistema de ensino daquela época, que embora não muito distante foi mesmo tão diferente.

Um Olhar Povoacense endereça Muitos Parabéns ao povoacense João Cordeiro por mais esta importante contribuição no registo da cultura e vivências das nossas gentes.


























































































































Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot