fazer um site gratis no aqui

terça-feira, 21 de abril de 2015

AO LUAR DA MINHA ALDEIA (1948)

Que sorridente e linda é minha Aldeia
E, mais ainda, bela entre as mais belas
A luz do Sol, à luz da Lua cheia
E, em noites sem Lua, à luz das estrelas!

Lua divina, Hóstia de pura luz
Subindo no Altar da Natureza,
Pára e abençoa em nome de Jesus
Este cantinho cheio de beleza.

A tua luz é pão, é vinho e graça
Que nesta minha aldeia corre e passa,
Como a mais linda e suave maravilha.

Vá, divina Lua, enche-a de paz e ouro
E faz dela um encanto, um tesouro,
O mais belo tesouro desta ilha!

Povoação, 17/09/1948
Pelo Dr. Manuel Luiz de Melo

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot