fazer um site gratis no aqui

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O FURNAS BOUTIQUE HOTEL THERMAL & SPA ABRIRÁ AS PORTAS JÁ NO FINAL DE MARÇO

Açores continuam na mira do fundo Discovery depois de investimento hoteleiro de 11 milhões

Dedicado aos activos turísticos, o fundo tem agora uma marca para a gestão dos seus hotéis: a DHM. Serão investidos 20 milhões de euros até 2016 na renovação e reposicionamento das sete unidades hoteleiras em operação.

O fundo Discovery Portugal Real Estate vai investir cerca de 11 milhões de euros na abertura de duas unidades hoteleiras na ilha de São Miguel, Açores, criando 60 postos de trabalho. Para já, também não ficam fechadas possibilidades de futuros investimentos no arquipélago.

Cumprindo os requisitos do acordo alcançado nas negociações com o Governo Regional dos Açores, o Furnas Boutique Hotel Thermal & Spa abrirá as portas já no final de Março, contando com 55 quartos. Uma vez que a unidade estava praticamente concluída, o investimento foi de 1,5 milhões de euros.

Para o início de 2016, será altura de abrirem as portas do Hotel Príncipe do Mónaco, também conhecido como hotel-casino da avenida marginal, em Ponta Delgada. Com um investimento na ordem dos nove milhões de euros, a unidade terá mais de 100 quartos.

As obras já estão em curso, depois de terem estado paradas mais de seis anos e de ter sido equacionada uma eventual demolição. Nas condições impostas pelo Executivo açoriano estão a conclusão do parque de estacionamento subterrâneo e um posto de turismo. O empreendimento integra um casino e uma galeria comercial.

Tanto o hotel das Furnas como de Ponta Delgada eram propriedade da ASTA Atlântica, empresa que passou por Processo Especial de Revitalização (PER). O banco Banif era o maior credor desta entidade. Os dois hotéis deveriam ter ficado concluídos no final de 2008.

Num encontro com jornalistas esta quarta-feira, 11 de Fevereiro, o "chairman" Pedro Seabra admitiu que estão em estudo novas aquisições da Discovery no arquipélago açoriano, aproveitando o eventual fluxo de turistas provocado pela entrada das companhias aéreas "low cost" EasyJet e Ryanair naquelas ilhas.

Uma nova marca para gerir os hotéis do fundo

O Furnas Boutique Hotel Thermal & Spa será uma das unidades a integrar a nova marca DHM – Discovery Hotel Management, responsável pela gestão dos sete hotéis do fundo actualmente em operação.

No primeiro semestre deste ano, a DHM será assim responsável por sete unidades turísticas com um total de 544 unidades de alojamento e 1.594 camas. A operação contará com 270 trabalhadores no total.

A DHM irá investir 20 milhões de euros entre 2014 e 2016 na renovação e reposicionamento destas sete unidades. O montante de dois milhões previsto para 2016 poderá "aumentar substancialmente" tendo em conta a "entrada de novas unidades, actualmente em construção ou em negociação".

O conceito das novas unidades pode ser resumido em três pilares: "informalidade, partilha e flexibilidade". Para o CEO da DHM, Miguel Guedes de Sousa, será tido em conta um ambiente acolhedor – através de um "contacto com o cliente mais próximo e honesto" - e um respeito pela cultura local em todas as unidades da marca.

A gastronomia será um ponto de destaque em todos os hotéis, com a cadeia de restaurantes própria "À Terra". No fundo, aquilo que se pretende são "restaurantes com quartos", simplifica. A geração de "millenials", entre os 18 e os 40 anos, será o foco desta ofensiva.

Para já, a DHM irá estar focada na gestão de activos do fundo, apesar de já ter sido desafiada para gerir hotéis de terceiros. O Discovery Portugal Real Estate gere activos imobiliários desde Setembro de 2012, destacando-se por salvar hotéis em insolvência ou com dificuldades em pagar empréstimos à banca.

No final de 2014, o fundo contava com um total de activos avaliado em 660 milhões de euros.

11 Fevereiro 2015, 18:01 por Wilson Ledo | wilsonledo@negocios.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário



 
Powered by Blogspot